Conversinha Fashion » YouTube
30 setembro 2016
Jeitos de usar, e bem, seus lenços e echarpes

Se a temperatura cai um pouquinho, eles estão lá para nos salvar. São lenços e echarpes que atuam como mais do que simples pedaços de tecido. Protegem, aquecem e, de quebra, deixam o visual muito mais interessante. 

lenço2

Pra arrasar não é preciso muito. Basta conhecer alguns truques e algumas maneiras variadas de amarrar e finalizar. O que, ainda, funciona também para os dias de temperatura amenas – nem quente, nem frio – mas que permitem algum tipo de complemento extra capaz de mudar todo o tom do seu visual.

lenço3

Só que, sejamos sinceros… de nada adianta uma gaveta ou prateleira lotada de acessórios do tipo se eles não partem para a vida real. Dá pra usar na bolsa, no pescoço, na cabeça e até mesmo no braço, como um bracelete. 

lenço4

Pensando sobre impacto, os lenços, cachecóis e echarpes são, ainda, capazes de ajudar no equilíbrio do peso visual da silhueta. Sério? Juro! Com os modelos leves e de caimento alongado eles ajudam a prolongar a linha de rosto e tronco, ou seja, tiram peso visual. Já os modelos mais pesados e armados geram efeito contrário, o que significa aumento da região do busto e plena atenção próximo ao rosto. É pra gravar e aplicar na vida real!

lenço1

Se faltava inspiração, agora não falta mais. Tem lindezas variadas para copiar. E, se faltava ideia para amarrar, vou te ajudar com jeitinhos simples de finalizar o uso do acessórios. Os famosos truques de styling.

Não deixe de se inscrever no canal, aqui! Assim você não perde nenhum vídeo novo!

  • %
12 setembro 2016
Jeitos de dobrar a manga da camisa #TruquesDeEstilo

Que a camisa é uma peça versátil e prática você já sabe. Mas, será que você está tirando o máximo da peça? Ela não precisa ser utilizada apenas de um jeito… existem formas simples de deixar a camisa muito mais charmosa, despojada, ou adequada à mensagem que você deseja passar por meio das suas roupas.

camisadobrada3

Quando criamos, e aceitamos, novas formas de brincar com as peças do nosso guarda-roupa, abrimos espaço para um amplo leque de variações. É assim que passamos a ter a sensação que nossas roupas estão rendendo muito mais. Ou então que os nossos looks não estão sempre com a mesma cara. Dobrar as mangas da camisa é uma dessas apostas que transformar o resultado da peça e do visual como um todo.

camisadobrada1

E existem quantos jeitos de dobrar a manga da camisa? São incontáveis! Cada um pode criar o seu truque, experimentar uma forma nova… desde o jeito mais bagunçadinho ao todo reto e proporcional. É interessante perceber, no entanto, que alguns tipos de tecido aceitam melhor algumas dobras específicas. Ou seja, aquela sua camisa em tecido molinho, altamente maleável, vai ficar melhor com as dobras mais informais… enquanto a camisa engomada, com aspecto mais formal, aceita melhor as dobras que têm um desenho bem certinho.
camisadobrada2

E por qual motivo experimentar as dobras de manga de camisa? Se você ainda não está convencida, acompanhe o meu pensamento. Com as mangas longas, tradicionais, a camisa fica mais certinha (correta). Só que basta dobrar, ou subir um pouco as mesmas, pra mensagem ficar bem diferente! É um recurso que pode ser utilizado desde a concepção do look (ali quando você vestiu a roupa que escolheu em frente ao guarda-roupa), ou no final do dia, quando você vai sair do trabalho direto para o happy hour e quer só ficar mais confortável.

camisadobrada4

Para a manga da camisa ficar bem certinha, sem cair (e incomodar) existem alguns truques. Um deles é o de colocar um elástico para segurar a manga – assiste o vídeo logo abaixo para conferir como fazer. Mas não é só. Por isso repito o quão legal é ir brincando com os jeitos. Inspire-se! É tudo de bom ser o seu próprio stylist.

Se inscreva no canal do YouTube para acompanhar os vídeos novos sobre moda, estilo e identidade.

  • %
18 maio 2016
31 fatos sobre moda

Ao completas 31 anos, compilei 31 coisas sobre moda que aprendi até hoje. Tudo isso virou um vídeo que gravei para o YouTube! Se você ainda não conhece o meu canal, corre lá: inscreva-se!

1. Seja você. Simples e derradeiro. Coloque as tendências em segundo plano e siga o que faz você se sentir incrível! Seja lá o que for.

2. Saia da colmeia. Livre-se do espírito de abelha e procure o que te deixa feliz, e não o que as outras “abelhas” gostam. Preocupe-se mais com o que te agrada e menos com a vontade de pertencer a certo grupinho.

3. Conheça seus pontos fortes. Mais do que pensar nos seus pontos fracos, foque em valorizar o que você tem de melhor! E isso pode variar de tempos em tempos, de momento para momento.

4. Aceite a mudança. Você muda, sua vida muda, o seu estilo muda. É tudo natural.

5. Desapegue-se. Não precisamos de muito, mas sim de uma pequena quantidade adequada à nossa vida e rotina.

6. Fique com o que importa. Não importa a marca, o preço, ou se é velho, ou novo. Se a roupa ou acessório não está mais em bom estado, ou não é mais útil, não faz sentido guardar.

7. Faça a sua tendência. Mais do que um bordão de comercial de fast fashion, isso tem valor…. descubra o que é útil para você e foque nisso.

8. Reserve um tempo para o seu guarda-roupa. De tempos em tempos, abra as portas do armário, as gavetas e reveja o que você tem. Só assim você será capaz de descobrir o que sobra, e o que falta.

9. Faça trocas. Tá tudo bem em trocar o presente, ou a compra que você fez outro dia e estava super confiante. É normal não gostar de algo, ou se arrepender.

10. Caimento é tudo! Seu corpo fica bonito com qualquer roupa que tem um ótimo caimento. Uma boa modelagem faz milagres.

11. Confira o visual no espelho. Sair de casa sem se olhar no espelho é um convite ao desastre. Aquela conferida final é essencial.

12. Blush, protetor labial e rímel, sempre. Um look bacana precisa de um toque final, a maquiagem. Rímel e blush fazem diferença até mesmo no visual pra academia.

13. Não sou obrigada a usar salto alto. Ninguém é obrigado.

14. Livre, leve e solta. Look todo larguinho, em tecido fluido, é perfeito pra dias de preguiça. E ainda pode ficar arrumadinho.

15. Inspiração é tudo! Cinema, séries e viagens inspiram mais que qualquer revista.

16. Regras, isoladas, não ajudam. O importante é conhecer o significado real de cada coisa.

10

17. Rainha da academia? Só na academia. Roupa de ginástica não é roupa para passar o dia.

18. Combinar bolsa e sapato é bobagem. Descombinar é bem mais legal.

19. Um batom muda tudo! Uma boa maquiagem muda o resultado de um visual.

20. Compre para usar hoje. Guardar roupa para um momento especial é arriscar que este nunca chegue.

21. Liquidações vão do 0 ou 100! Podem ter ótimos achados, ou arrependimentos instantâneos.

22. Escolha bem suas referências. Para não pirar no consumismo, tire a poluição das suas redes sociais. Siga, apenas, lojas, blogueiras, pessoas que realmente são compatíveis com os seus gostos, desejos e ambições.

23. Repita, sem dó. Repetir roupa é sinal de que você não precisa de bens materiais para garantir confiança.

24. Invista em lingeries. De nada adianta uma roupa legal se as peças de baixo não são tão bacanas quanto.

25. Tenha variações de calcinhas e sutiãs. Roupas diferentes pedem lingeries diferentes, então aposte em modelos variados, que fiquem bons com roupas diversas.

26. Acredite na salvação. Mesmo quando a confiança está em baixa, ou você está com pressa, tenha um tipo de roupa que fica boa de qualquer jeito! Não arrisque e aposte no que funciona, sempre.

27. Não deixe a roupa estragar o seu dia. Pode ser que o visual deu todo errado, mas a vida não pode parar só porque você fez uma escolha errada…

28. Prepare a mala de viagem com antecedência. Escolher as roupas certas para uma viagem ajuda muito no processo de curtir o momento. Faça as escolhas e combinações com calma e antecedência.

29. Não julgue pela aparência. Ninguém nasce sabendo como se vestir, ou vem ao mundo com chances incríveis para construir um baita guarda-roupa. Para muitos, roupa é detalhe. Lembre-se disso antes de torcer o nariz para o desconhecido.

30. Doe ou empreste. Uma roupa sua que está parada pode ajudar muito alguém no seu processo de vestir. Seja desapegado, mesmo com o que você não quer abrir mão.

31. Roupas são apenas roupas. O que importa é o que ninguém vê, o que vem de dentro.

  • %
05 maio 2016
Arrume-se em 5 minutos!

Todo mundo tem dias ruins. Aqueles nos quais acordamos atrasadas, deixamos café cair na camisa ou mesmo rasgamos o vestido em um prego qualquer, que nem mesmo deveria estar ali. Mas, sem desespero. Quando isso acontece o jeito é agir rápido e se arrumar em cinco minutos.

5b4b38248b5c8d4ba6750ffdff78fea5

Alguns pontos ajudam a resolver o problema, sem dificuldade.

  1. Mantenha-se na sua zona de conforto: procure soluções que já fazem parte do seu dia a dia, escolhas que você já domina e com as quais consegue se entender bem – não é hora para arriscar.
  2. Aposte no básico ou no neutro: quando não há tempo para criatividade, ou mesmo vontade de arriscar, vale trabalhar com o que não oferece perigo: o que é fácil de usar e combinar.
  3. Esqueça o que não está pronto para usar: sabe aquelas roupas amassadas, sujas, que precisam de cuidado extra? Não funcionam para momentos de correria.
  4. Escolha peças que combinem com o que ainda está ok: se apenas parte do look foi comprometida, o jeito é trocar só o que não está mais funcionando e combinar com peças similares, de mesma função ou aparência.
  5. Trabalhe com o monocromático: em um look de um tom só fica fácil aplicar acessórios ou complementos.

fa276e3c0792ea0feff90a9b2a2f2f0f

=>Além disso, como um ponto extra, explore uma maquiagem básica: protetor labial, blush, pó e rímel. São quatro elementos que já fazem toda a diferença e podem ser aplicados muito rapidamente.

Quer ver mais? Assista ao vídeo. E não se esqueça de se inscrever no canal.

  • %
28 abril 2016
Vídeo: a pantalona curta, e aí?!
Estou muito empolgada com o YouTube e acho a plataforma muito bacana e simples. Mas, ainda assim, adoro escrever e me sinto muito mais confortável com o teclado, do que com a câmera – por enquanto. Com isso, vou continuar combinando os vídeos aos posts. Ou seja, conteúdo pra todo tipo de gosto.

A Pantacourt chegou, chegando, e ficou. Pra quem ainda não sabe o que é, ou nunca ouviu falar, trata-se de uma calça pantalona curta. Já velha conhecida de muita gente, a peça não é mais uma nova tendência e já foi bem aceita por uma boa fatia das mulheres.

pant44

Mas, por ser uma calça curta e larga, a pantacourt gera certo receio. Talvez o medo seja de que ela acrescente peso visual (o tal do “engorde”) ou mesmo gere sensação de menor estatura. Hum. Será?

pant11

Por causa disso, dessa história, justificada pelas proporções naturais da peça, muita gente espalha por aí a lenda de que a pantacurt só pode ser usada com salto alto. Ou, então, que só as mulheres magras e altas podem investir na peça. Quem diz isso está louco.

pant5

Como toda outra peça disponível no mercado, existem variedades de modelagem, tecido e textura. Então, tem pantalona curta pra todos os gostos! O importante para o resultado ficar legal é pensar, sempre, na proporção. A peça não deve ser muito grande para o seu tamanho (e nem muito larga). E, claro, deve ser aplicada em harmonia com a peça da porção superior. Ahá!

pant2

Por padrão, a pantalona curta cobre 3/4 da perna. E, assim como qualquer pantalona, pode ser bem largona, ou moderadamente larga. Complicado? Que nada. Acontece que quando sobra menos tecido  com ela descendo reta do quadril, por exemplo, sem abrir, tudo fica mais fácil. Ela, claro, aplica movimento no visual, sem ampliar demais a linha horizontal do corpo.

pant6

Outra dica é apostar nas peças com peso visual oposto ou similar ao da porção superior. Valem as blusas mais curtas, ajustadas, ou as camisas e batas mais larguinhas, mas em tecidos fluidos, maleáveis, que brincam de mostrar, e esconder, o corpo.

pant33

Para fugir do salto – ou para quem não gosta de salto, como eu – pode-se aplicar nos pés sapatos com a gáspea aberta e bico fino (dica eterna, pra tudo) ou então investir em calçados em cor que imita o tom da pele. O resultado é de prolongamento visual vertical.

pant7

Tá achando legal? Quer ainda mais dicas? Lá no YouTube eu falo sobre a questão do jogo de cores, aplicado ao caso pantacourt, e também sobe outras coisas que podem fazer com que você faça dessa peça uma das suas queridinhas. Pra hoje, e pra sempre.

  • %