Conversinha Fashion » Significado das Cores
22 agosto 2016
Combinação preto e branco: cores que marcam

Cores opostas, preto e branco combinados conseguem transmitir equilíbrio e são boa saída para quem quer jogar com o tal ‘mostrar e esconder’ que as cores permitem. Enquanto uma cor escura, profunda, ajuda a tirar o foco da região, o branco leva o olhar e ilumina a porção da silhueta. O que, também, pode ser manipulado por meio da combinação de modelagens adequadas à cada necessidade. Cabe ter um olhar esperto para dosar o que, e como, fazer.

preto e branco

Além da questão das proporções, do equilíbrio, do jogo de formas, há o significado do preto e branco como cores. Combinados, preto e branco trazem hoje uma imagem elegante, atemporal e madura.

Dá para pensar, também, no preto e branco como forma de exaltar as características de roupas bem cortadas, feitas em tecidos de alta qualidade. Já que cores lisas e marcantes tendem a revelar cada detalhe da construção de uma peça.

preto e branco1

Para resumir: ao usar preto com branco, prefira o branco na porção que você quer destacar e deixe o preto para a porção que você deseja disfarçar ou amenizar. Como assim? Então. Se você sente que seu quadril é mais largo e pesado que os ombros, e quer equilibrar o peso visual, dá para usar uma blusa branca com uma saia preta. Mas isso é regra? Claro que não! Se você gostar do seu quadril avantajado, super curvilíneo e feminino, trabalhe com uma bela e estruturada calça branca e uma camisa preta. Fica incrível. Tudo vai depender, também, da modelagem de cada peça, que é o ponto primordial na seleção das peças do guarda-roupa.

preto e branco4

Mas não é só isso. Presente em estampas e padrões geométricos, o preto e branco fica muito mais divertido e moderno. Perde a seriedade tradicional do mix de cores, em si. Sua essência, no entanto, faz com que a escolha siga elegante, ainda que ousada. Da-lhe padrões geométricos.

preto e branco3

É o que vemos em peças de modelagem tradicional, clássica e atemporal, que ficam atuais ao receber estampas do tipo listras, poás (as bolinhas), ou variados tipos de xadrez. Para completar, dá até mesmo para salpicar outras peças em tons vivos, ou complementos em cores contrastantes – como o sempre incrível mix de branco, preto com vermelho.

  • %
28 abril 2016
Vídeo: Significado das cores: vermelho

Fonte de mensagens e sensações. Forma de comunicação. Cores representam mais que parte do nosso gosto pessoal. E uma cor muito cobiçada é o vermelho. Tom escolhido para mais um vídeo que gravei para o YouTube (conheça: são três vídeos novos por semana e muito conteúdo para quem quer colocar a mão na massa e aprimorar o visual).

red0

O vermelho, assim como o azul, é uma cor muito popular. Ele é conhecido em uma gama de mais 100 tons, entre variações de intensidade e profundidade. É uma cor secundária formada pelo amarelo e magenta. Sua fama, claro, é de ser quente e marcante.

red1

As mensagens principais do vermelho são: paixão, amor, perigo e ódio. Além disso, lembra a proibição, a correção – como a marca vermelha nas provas, realizada para apontar erros ou acertos.

É a cor do sexo, do imoral, da conquista, do desejo e do fogo. Apesar de impactante, é uma cor fácil de combinar. Historicamente é a cor da justiça, do controle, dos trabalhadores.

red2

O vermelho é para a alegria de viver e luxo. Combinada ao preto, ganha peso de mistério; já ao branco, se destaca e vira o centro das atenções. Com azul, gera um choque térmico: o quente e o frio que batem de frente, mas se toleram com muita graça.

red3

Sua complementar é o verde. Naturalmente, o uso combinado gera uma sensação de grande contraste e ousadia.

red6

As análogas do vermelho, por sua vez, são o laranja e magenta. Opção que, com um sopro de exagero, vai bem em dias de altas temperaturas. Quando aparece com o amarelo, cresce na intensidade e a mensagem de calor ganha força. Com rosa e roxo, o apelo à paixão e sexualidade domina.

red4

Quer saber mais? É só assistir ao vídeo.

Referências de pesquisa:
– “Da cor à cor inexistente”, Israel Pedrosa
– “A psicologia das cores”, Eva Heller
– “Color Harmony Compendium”, Terry Marks
– “Secret Language of Color”, Joann Eckstut e Arielle Eckstut
– “Color Me Beautiful”, Joanne Richmond
– “Colors for modern fashion”, Nancy Riegelman

  • %