Conversinha Fashion » Motivacional
29 agosto 2016
Acredite e você já está lá: alimente-se de bons pensamentos

Mentalizar pode ser mais eficiente do que imaginamos, já que somos nós os responsáveis por nossos caminhos e podemos ser também os responsáveis por tudo o que nos cerca. Sim, é possível ter um dia bom, uma vida ótima. Basta ter fé no que há de positivo para acontecer… ou mesmo abraçar a paz de um dia que começa e termina sem maiores problemas, sem sustos, sem confusões, incidentes ou ausência de respostas. Quando o simples dá certo, fica a sensação de que podemos ir muito além e de que tudo pode se acertar – até mesmo aquelas coisas que deixamos de lado.

otimista

Acredite e você já está quase lá. De fato manter o otimismo, visualizar as coisas acontecendo, as conquistas, risadas, viagens e sensações é dizer ao mundo que você quer muito aquilo e que está pronto para receber essas coisas boas. São pequenas conquistas que mostram como o poder do pensamento pode ser eficiente e como os sonhos de ontem podem ser parte do presente. Basta ficar ligado ao que acontece nos seus dias.

Ter atitudes positivas auxilia nessa história, a partir do momento que você envia um tipo de sinal para o mundo que voltará naturalmente para você. Não se trata de nenhum tipo de crença, religião ou nada parecido… trata-se de lógica, de perceber o que acontece nos seus dias. No entanto, se você se alimenta de sensações ruins e de pessimismo… bom, resta observar o que mais acontece em sua vida.

Post publicado originalmente em 9 de abril de 2012

12 março 2016
Quando o sentimento é verdadeiro…

Há momentos da vida em que a gente queria estar perto, mas não está. Queria viver junto, participar, contribuir, mas não pode. Queria mesmo, e apenas, dizer algumas palavras de apoio, estender a mão, oferecer um abraço, mas esbarra na distância que é uma enorme barreira real. Não há nada a fazer. O que sobra, talvez, são os bons pensamentos… enviar boas energias, se é que há real eficiência nisso.

Estar junto não precisa ser estar perto, 100% colado. Estar junto pode ser estar ligado por um pensamento, pelo desejo de dias melhores, mesmo que estes estejam fora do nosso controle, mesmo que não possamos fazer nada, absolutamente nada, além de aguardar uma boa notícia.

Closeness-has-nothing-to-do-with-distance

Talvez por isso não seja simples essa espera, ela pode estragar coisas bonitas que estavam acontecendo, pode arruinar partes de uma história e pode ser determinante para afastar pessoas. Porém, se essas pessoas permanecem juntas nos momentos ruins, nas horas difíceis, ficarão bem, também, nas horas felizes – ou ao menos assim deveria ser. É na dificuldade que as coisas se consolidam e é na virada do tempo, da tempestade para os dias de sol, que o real interesse se materializa.

Não há como prever o futuro, não há como saber o que acontecerá com o tempo, mas há como saber e ter certeza de que cada dificuldade representa um aprendizado. São amizades que se fortalecem, amores que se eternizam (mesmo que por tempo indeterminado) e relacionamento que crescem… ou terminam, de vez.

Texto publicado, originalmente, em 17 de março de 2012.

  • %
18 janeiro 2016
Ter como meta a felicidade

Estabelecemos metas para nossas vidas e vivemos buscando formas de concretizá-las. Estas estão muito além do campo profissional, passam pelos sonhos de infância, nos detalhes que fazem parte do nosso caminho. Não há como negar que, aos poucos, estes sonhos se esvaem e parecem desaparecer por entre choques de realidade e de dor, das coisas que mostram que a vida real, essa que vivemos, é muito diferente da que sonhamos, da que imaginamos que poderíamos um dia viver. Viver parece não ser fácil, mas também não precisa ser tão complicado. Viver, aliás, pode ser bem mais simples do que pensamos… basta ambicionar algo que já tanto conhecemos, a tal felicidade.

enjoylife-1024x636

Assim, podemos nos conformar com certas coisas para buscar outras, para sonhar com algo maior, mais interessante, mais completo. Ou mesmo aceitar que nossa realidade, nossos sonhos, não conversam entre si e por isso nunca estarão alinhados. Basta aceitar que a vida muda e que nossos planos podem, assim, mudar também. E eles devem mudar, para que tudo possa dar certo. Estabelecer metas, objetivos, é saudável, mas estas não precisam seguir inalteradas… podem caminhar junto com nossa própria evolução, com nossos novos caminhos. Isso é viver. É saber que somos parte de algo maior e que, para tal, precisamos aceitar nossa incapacidade de ditar todas as regras.

Texto publicado originalmente em 31 de março de 2012.

  • %
07 janeiro 2016
Até quando esperar?

Sempre escutamos que devemos viver o hoje. E sim, assim tentamos. Ao menos na teoria. Mas, ainda que inconscientemente, por muitas vezes postergarmos escolhas, decisões ou investimentos por medo do que pode vir depois ou, então, por não acreditar que a hora em questão é a hora exata para tal. Mas, até quanto esperar?

now

Há, por exemplo, quem acredite que é essencial aguardar a chegada (na vida) de alguém especial para usar aquela lingerie cara, a camisola linda, ou mesmo a roupa de cama de altíssima qualidade. No baú das esperanças há mais do que um enxoval de casamento (ou relacionamento). Há um enxoval de emoções que presas aguardam o outro, o olhar do outro, a concordância do outro. Enquanto isso, a roupa mais ou menos segue servindo… a calcinha furada, o pijama rasgado, a toalha dura de tão judiada… não dá… enquanto no armário existem tantas opções melhores para se alegrar e mimar a autoestima…

Somos nós o nosso mais puro tesouro. E, sim, devemos nos amar para conseguir amar plenamente outra pessoa ou mesmo nossa profissão. Quanto melhor nos sentirmos, melhor iremos nos comunicar e relacionar com o outro e, por que não?, com a vida. Por isso, cuidar de si mesmo é uma maneira de cuidar de tudo o que prezamos. Todos saem ganhando. Coisas interessantes – incluindo o jogo de pratos bacana, o jeans perfeito e o perfume importado – não foram compradas para ficar esperando.

A autorização para se mostrar melhor parte, também, daquela liberação íntima e pessoal para ser uma pessoa melhor no momento atual. Sem precisar esperar o próximo mês, o próximo ano, o 13º, a herança prometida pelo tio-avô, ou o resultado da próxima rodada da Mega. Dentro do possível, a hora é agora. A hora para se exercitar, para organizar a casa, jogar fora o lixo acumulado, retocar o cabelo, costurar as roupas rasgadas, seja o que for! Não há férias ou folga, dinheiro extra ou bônus que façam despertar o gosto pela mudança. Ser a melhor versão do que somos depende de nós e pode começar agora!

E para quem acredita que é preciso esperar a riqueza para ter um estilo de vida diferente, investir no visual, adequar o guarda-roupa a uma imagem tão desejada, pensar mais em espiritualidade, melhorar o relacionamento com a família, ou simplesmente começar a pensar mais em si mesmo, saiba que não é bem assim que funciona… o dinheiro apenas amplifica o que somos. Ou seja, não muda a nossa essência. Uma pessoa com baixa autoestima e pouca confiança será sempre assim caso não abrace o poder da transformação.

  • %
17 maio 2013
O que vem pela frente

A intensidades das ações dá o tom das conquistas e viver é se aventurar

helenkeller

Viver é saltar. É se jogar entre possibilidades, erros, acertos, conquistas e derrotas. Viver é tentar, é se entregar, brincar entre diferenças, é uma aventura! Se você não participa, sua vida passa por seus olhos, e você abre mão de escolhas e oportunidades que podem fazer toda a diferença no seu destino. Nunca se sabe o que vem pela frente.

Quais são as oportunidades que você está perdendo?! Quais são as portas que te assustam?! São mudanças, ousadias, riscos que podem mudar tudo para melhorar. E se der errado?! Tudo bem. Vire a página, sorria, brinque com as falhas e colecione aprendizados. O medo de errar é uma barreira que precisa ser quebrada, um bloqueio que vira vício e se alastra como uma praga. Não deixe, lute contra, comece pelas coisas pequenas e saia da zona de conforto. Experimente novos sabores, vá a lugares diferentes, prove uma modelagem nova, faça algo que nunca fez, só para não cair no básico da rotina. Troque a novela por um filme; esqueça a pizza pronta, e crie a sua em casa; converse com pessoas que não conhece ou, no trabalho, crie coragem para falar sobre aquela sua ideia. Se a vida não é uma aventura, ela não é nada. Já diz a palavra: do latim, aventura é “ad venture”, o que vem pela frente – e estar preparado para tudo o que vier.