Conversinha Fashion » MariaFiló
02 maio 2012
Olho no look

Em cada lookbook ou catálogo há algum tipo de referência ou boa inspiração

Ainda que com toques de delicadeza, alguns looks são femininos e carregam traços de elegância. Pode ser o corte alongado da peça ou seu caimento fluido… o importante é o resultado geral. E os acessórios são os responsáveis pelo charme extra.

Se uma peça é mais pesada, seja por sua textura ou pela aplicação de estampas, a outra entra com menos peso visual, fazendo o equilíbrio que pode muito bem valorizar a silhueta. Nesse ponto, o jogo das cores trabalha bem, enquanto claro e escuro, neutro e chamativo, conversam e se entendem. Nos pés, um calçado nude fecha o look sem pesar ou quebrar a harmonia conquistada.

Há também como trabalhar volumes, pensando na porção superior mais seca enquanto a porção inferior ganha volume. A ideia é básica para looks com calça pantalona ou saia longa, ou mesmo na via contrária, com coletes volumosos ou casacos cheinhos combinados a shorts ecurtados ou calças afuniladas.

E se a estampa é super interessante, vale trabalhar com neutros limpos e lisos nos complementos, deixando o ponto focal naquela peça legal em questão. A estampa pode ser valorizada pelo uso de um de seus tons no resto do look, ou mesmo por cores complementares.

E no mais, o look pode ficar  muito legal se abraçar elegância e charme, com resutado feminino mas jovial. O resultado é perfeito para garotas que ainda não querem um look super formal, mas que já querem algo que saia da casa da infantilidade. Calças retas, camisas, sapatos de bico fino e casaquetos são uma boa pedida.

As imagens que ilustram o post são do lookbook da Maria Filó. =)

12 agosto 2010
Uma tendência, várias interpretações

A marca MOB vende versatilidade no conceito impresso em sua revista de divulgação – a MOB Mag. A ideia são peças que rendem um amplo número de combinações e podem ser utilizadas em diversas ocasiões, desde looks casuais à propostas mais formais ou elegantes, mesmo que despretenciosos.

Fica claro que as peças são interessantes no geral, mas não são nunca básicas ou complicadas ao extremo – há um meio termo que potencializa ou acalma facilmente a opção. Tudo vai depender da forma de misturar, do seu truque de styling. Com isso fica fácil e prático investir em peças de estação que vão ser usadas a exaustão durante uma determinada temporada. Uma tendência com pegada atual mas nem por isso fora de contexto.

Mas essa ideia não aparece, claro, apenas na MOB; isso é visto em quase todas as coleções e marcas. Uma mesma tendência se repete sistematicamente vitrine após vitrine (por isso uma tendência, dãm) mas sempre com a cara ou personalidade de que faz e vende. Se na Maria Filó, que vimos outro dia, o tom era de romantismo aqui na MOB temos uma pegada já mais sensual e feminina, mesmo que de forma jovem e contida. Por isso que, de uma forma ou de outra, acabamos por nos identificar com uma determinada etiqueta que lhe vende uma imagem atual e ainda assim compatível com nossa personalidade.

E disso podemos pular para uma comparação bem direta, entre uma marca também jovem mas já com uma pegada diferente da MOB e da Maria Filó. Falo da Espaço Fashion que também faz o mix de navy com étnico e jeans com jeans… eu sei gente, é o que está em voga e é essa a questão só que com um toque um pouco mais trabalhado no quesito de complexidade das modelagens e dos detalhes, o que é a cara da EFashion.

Toda essa história indica interpretações que devemos construir diariamente dentro do nosso guarda-roupa, com as nossas peças. Isso é ser dono de seu visual, é ser capaz de se expressar pelas roupas. Se as marcas conseguem, e agradam um grupo de pessoas, por que não vamos conseguir nos agradar?! Aha!

Foram utilizadas imagens do lookbook e catálogo de verão das marcas. As duas primeiras imagens são da MOB. Já as duas imagens seguintes são da Espaço Fashion.

  • %
10 agosto 2010
Lavou no ácido?

O jeans lavado, o tal acid wash (lavagem ácida? feio, né) está em voga, certo? Veio junto da onda oitocentista e tudo mais então por isso já virou até arroz de festa da estação passada. Falo desse jeans que parece gasto, lavado na água sanitária, que pode aparecer em intensidades variadas, com ou sem estragadinhos – não tentem fazer em casa, água sanitária é drama. Pois bem que pra essa referência pode ser comum a interpretação mais pesada, dramática, sexy ou forte… que você pode já ter cansado. Calma. A Maria Filó na nova coleção joga ideias para misturar esse jeans super lavado a toques românticos, femininos e delicados, sem deixar de lado as outras tendências da estação. Está tudo aqui, bem coordenado.

Trabalhar a lavagem em tom leve junto a outras cores claras, de doce ou sabonete, já é suficiente pra ‘enfofar’ o look. Mas compor com estampas delicadas e modelagens clássicas, como os blazers e camisas, também pode gerar um resultado interessante. Tudo vale, não há limite. Fica um visual certinho, mas atual. É sempre a velha história de usar a moda de forma que combine e valorize você e seu estilo pessoal, sabendo formas de reinventar uma tendência já batida dentro do contexto da nova estação.

As imagens foram retiradas do lookbook da Maria Filó e do blog da marca, o Na Filó, que vale muito a visita pois é super bacana! Marcas, copiem.

  • %