Conversinha Fashion » Lanvin
29 novembro 2011
Um rapper do tipo elegante

Americano de ascendência cubana, Pitbull dá show de elegância adaptada em um universo no qual formalidade pode ser puro desastre

Ok, isso pode soar um pouco estranho mas Pitbull, rapper americano de sangue cubano, é um dos meus artistas preferidos na atualidade. O som dele é ótimo para dançar, relaxar, pensar em nada, encarar uma estrada e esquecer dos problemas. Além das parcerias animadíssimas que geram esse som legal, que incluem J.Lo, Paulina Rubio, Mark Anthony, Usher, Enrique Iglesias e tudo mais, o estilo de Pitbull é bem interessante, uma mistura latina de elegância e personalidade aflorada.

Ternos alinhados, ousadia na combinação de cores. Roupas ajustadas, sem serem coladíssimas demais. Uso de estampas, padrões clássicos em contraste à cabeça raspada e um toque despojado ao deixar a gola da camisa um pouco soltinha.

Bom, essa elegância foi construída aos poucos, trabalhada com muita sabedoria. Pitbull é a prova de que as músicas mais “marcantes” não precisam estar sempre ligadas a excesso de ouro, calças rasgadas, coladas, ou mesmo peças super largas complementadas por exageros sem fim. Pior? Aquela jovialidade da roupa de quem ainda não assimilou que é uma estrela do showbis.

 

Bom gosto talvez não venha no DNA, mas pode ser inserido na forma de vestir e portar. Por que não?! E pode ser aplicado no contexto de cada um. Essa latinidade, ainda que emprestada, ganha graça com ternos bem cortados e alinhados. Por fim, uma mistura que gera um bom resultado.

 

E para mostrar o clima, atualizei o post com esse comercial da grife Lanvin, super bem lembrado pela Camila do Sim, Senhorita!. =)

28 agosto 2011
The Show

Eu sempre adoro os comerciais da H&M, desde quando descobri o da linha de Matthew Williamson lá em 2009… e sempre posto por aqui, ainda que fora do contexto da novidade – afinal é preciso uma mistura de sorte e outros elementos para estar no exterior exatamente em tempo de pegar uma dessas coleções, que são uma das coisas mais legais da marca.

 

Passeando pelo Google me peguei assistindo de novo, e de novo, o comercial da linha Lanvin, lá do começo do ano. Adoro a ideia da historinha, dos toques surrealistas, das peças apresentadas de maneira indireta e o burburinho. OMG! E os elementos que se repetem em todos os comerciais da marca? Vale gastar uns minutos e observar, para quem gosta. E vale torcer por mais linhas legais de grandes nomes para as redes de fast fashion aqui no Brasil – com todo o pacote de divulgação especial que a gente adora.

  • %