Conversinha Fashion » HapaTime
14 fevereiro 2012
Revelar sem entregar

Ser sensual é brincar de mostrar e esconder, de revelar sem entregar

Pode-se dizer que muitas mulheres querem ser sexy, mas quase nenhuma quer ser vulgar. São ideias diferentes, são histórias distintas. A sensualidade está na capacidade de provocar sem mostrar demais, de insinuar sem entregar tudo de mão baixada. Já a vulgaridade está no descuido de deixar tudo em evidência, eliminando todo o clima de mistério que favorece a situação de envolvimento.

São cores, texturas, fendas, transparências e detalhes da maquiagem que deixam uma mulher mais sexy. Além disso, algumas são naturalmente sensuais, seja pela forma de andar, pela maneira de movimentar, pelo sorriso ou por qualquer hábito ou costume que chame atenção de homens e, também, de mulheres. Não há como negar que certas mulheres literalmente param o quarteirão. São essas, aliás, que devem cuidar para não passar do limite… para não cair no exagero.

Na busca pela sensualidade a regra que mais vale é a de mostrar um ponto do corpo e, obviamente, esconder o outro. Pernas, braços, bumbum, barriga, se tudo é exposto ao mesmo tempo o resultado será, obviamente, péssimo! O corpo, como elemento, como linguagem, deve ser coberto de forma a enviar as mensagens que mais combinam com nossos desejos. São escolhas. E tudo bem em querer ser fatal uma vez ou outra, para um encontro, para um jantar, para uma noite especial… aproveite as opções que a moda oferece.

E nada mal em brincar com peças justas, curtas, coladas, de tecidos e detalhes que lembram o universo do fetiche. Esse jogo, aliás, é perfeito para quem quer, por alguma razão, chamar um certo tipo (específico) de atenção. Basta saber fechar o look com cabelos elegantemente jogados ou mesmo com acessórios delicados, já que brincar com elementos sensuais é diferente de se fantaziar de mulher fatal.

A blogueira que ilustra o post é Jessica, do Hapa Time, sempre sexy sem ser vulgar. Tudo bem que este estilo combina com a personalidade dela, com o estilo, mas pode ser explorado por qualquer pessoa. Basta brincar com comprimentos encurtados aliados a saltos finos ou sapatos abotinados, ou mesmo jogar com tecidos que incitam o toque ou looks que mostram ombros e costas, como se fossem cair (e revelar a nudez) por acaso. Claro que nada disso acontece. Conquistar e seduzir é brincar de insinuar… brincar com os olhares e com as sensações.

  • %