Conversinha Fashion » Britney Spears
24 maio 2016
Quando vi Britney Spears subir ao palco…

 

Pra mim, nem só de shows e tapete vermelho é feita uma premiação musical. Cada evento traz consigo um leque de lembranças. E foi com um misto de alegria e orgulho que vi Britney Spears entrar no palco do Billboard Music Awards 2016 e arrasar. Brit, Britoca. Ela que há 10 anos viveu os seus piores momentos – e virou piada mundial – estabeleceu novas traduções para o que se chama de fundo do poço. Da cabeça raspada ao casamento relâmpago, foi tida como destruída. Mas, não. Isso foi ontem. Britney mostrou que nada é permanente. E que para quem persiste, dias melhores podem acontecer. Ela, aliás, nunca esteve melhor.

britney-spears-billboard-2016_2

Quando pensamos em dias ruins, em dias difíceis, pensamos nos nossos piores dias. E pode ser que esses sejam, sim, dias complicados. Só que quando olhamos exclusivamente para estes momentos ficamos limitados ao que eles conseguem fazer com a gente: que pode ser ou nos destruir, eliminar a nossa autoestima e confiança, ou servir como preparação para o que pode vir de melhor.

Se, também, ao invés de ficarmos obcecados com o nosso próprio drama olharmos para o que há, de além, no mundo, podemos até mesmo ser gratos pelos pesos que carregamos. O exercício de comparação traz alívio. Tudo bem que os piores dias de Britney Spears são fichinha perto da realidade de muitos outros… mas acompanhamos sua montanha russa. Vimos, ainda que a distância, sua ascensão, queda e, agora, estabilidade.

Tempestades passam, dificuldades vão e vem. Só que o que fazemos nos momentos ruins é que vai determinar como serão os nossos novos dias positivos. Se serão de alegria, ou de desconfiança, com constante medo da reviravolta. Com a passagem do tempo vem a certeza de que nem tudo de ruim fica. Que nem o mal é permanente. E que a reviravolta sempre chega, para quem acredita nela.

  • %