Conversinha Fashion
16 setembro 2016
Sinceridade, com a ‘peça medida’ #TruquesDeEstilo

Você tem no guarda-roupa uma peça medida? É aquela que serve para apontar possíveis mudanças na silhueta. Uma calça jeans, uma camisa, uma calça de alfaiataria ajustada que mostra onde você ganhou ou perdeu peso. Sem neuras.

sinceridade

Fonte de sofrimento? Que nada… É uma ótima amiga, muito mais confiável que o espelho que pode lhe enganar pelas alterações de humor. Tudo bem que alguns tecidos são perigosos, já que cedem após algum tempo de uso (ou mesmo são maleáveis – mudando de formato na silhueta).  Então, o melhor é avaliar o corpo por meio de alguma peça já usada, antiga, que te ajuda a saber, de fato, se você ganhou peso, ou se é só uma impressão…

Todo corpo passa por mudanças, muito além do peso em si. Ganhamos e perdemos curvas, encaramos alterações nas proporções… No entanto, para quem se importa com isso, vale observar tudo o que está acontecendo para conseguir tomar uma atitude antes que a situação ‘saia do controle’. Sem cismas exageradas, apenas a chance de valorizar o olhar de quem é dono da opinião que mais importa: a sua.

Atualização de post publicado originalmente em 25 de março de 2010

12 setembro 2016
Jeitos de dobrar a manga da camisa #TruquesDeEstilo

Que a camisa é uma peça versátil e prática você já sabe. Mas, será que você está tirando o máximo da peça? Ela não precisa ser utilizada apenas de um jeito… existem formas simples de deixar a camisa muito mais charmosa, despojada, ou adequada à mensagem que você deseja passar por meio das suas roupas.

camisadobrada3

Quando criamos, e aceitamos, novas formas de brincar com as peças do nosso guarda-roupa, abrimos espaço para um amplo leque de variações. É assim que passamos a ter a sensação que nossas roupas estão rendendo muito mais. Ou então que os nossos looks não estão sempre com a mesma cara. Dobrar as mangas da camisa é uma dessas apostas que transformar o resultado da peça e do visual como um todo.

camisadobrada1

E existem quantos jeitos de dobrar a manga da camisa? São incontáveis! Cada um pode criar o seu truque, experimentar uma forma nova… desde o jeito mais bagunçadinho ao todo reto e proporcional. É interessante perceber, no entanto, que alguns tipos de tecido aceitam melhor algumas dobras específicas. Ou seja, aquela sua camisa em tecido molinho, altamente maleável, vai ficar melhor com as dobras mais informais… enquanto a camisa engomada, com aspecto mais formal, aceita melhor as dobras que têm um desenho bem certinho.
camisadobrada2

E por qual motivo experimentar as dobras de manga de camisa? Se você ainda não está convencida, acompanhe o meu pensamento. Com as mangas longas, tradicionais, a camisa fica mais certinha (correta). Só que basta dobrar, ou subir um pouco as mesmas, pra mensagem ficar bem diferente! É um recurso que pode ser utilizado desde a concepção do look (ali quando você vestiu a roupa que escolheu em frente ao guarda-roupa), ou no final do dia, quando você vai sair do trabalho direto para o happy hour e quer só ficar mais confortável.

camisadobrada4

Para a manga da camisa ficar bem certinha, sem cair (e incomodar) existem alguns truques. Um deles é o de colocar um elástico para segurar a manga – assiste o vídeo logo abaixo para conferir como fazer. Mas não é só. Por isso repito o quão legal é ir brincando com os jeitos. Inspire-se! É tudo de bom ser o seu próprio stylist.

Se inscreva no canal do YouTube para acompanhar os vídeos novos sobre moda, estilo e identidade.

  • %
09 setembro 2016
O empurrão que falta para você usar… tênis

É uma realidade para as minhas clientes da Consultoria de Estilo e, também, para mim… o salto não é uma obrigação em nenhum momento da vida. E  conseguimos transmitir elegância, sensualidade e refinamento com outros calçados que vão muito além daqueles comsalto alto! Claro, não é e nem nunca será um problema amar sapatos com saltos vertiginosos. Mas, tudo é uma escolha. E o mais legal da moda é que a gente consiga se sentir confiante e confortável com as nossas escolhas, sem imposições externas. 

tenis3

Já não é de hoje que os tênis viraram febre! Para muitos, eles nunca deixaram de ser… para outros, chegaram como uma alternativa para esquecer, um pouco, sapatilhas, oxfords e sapatinhos fechados. Estamos, então, encontrando em todos os cantos uma infinidade de modelos e nosso olhar se abriu para algo que, para muitos, não funcionava bem até então… o tênis fora da academia, além dos looks de viagem, charmoso e desejado. O tênis com vestido. O tênis em ambientes formais.

tenis4

Para usar um tênis com esperteza basta… bom, ter pés e um par de tênis. Sim, a ironia é para deixar claro que ninguém precisa de um leque de regrinhas! Mas, uma coisa é necessária para se aventurar por essa possibilidade. E se chama coragem para sair da sua zona de conforto. Ousadia para quebrar o ciclo dos seus looks e inserir o calçado em composições já existentes. Basta, então, trocar aquele seu calado de sempre pelo tênis!

tenis2

Se mesmo com desejo de usar e tantas referências você ainda acha que o tênis em looks casuais não é para você… bom, então talvez você não esteja com tanta vontade assim de usar, pode ser que seja só um impulso pelo calçado estar tão em voga, por aí, como tendência. Por isso essas experiências não devem ser feitas assim, a partir de altos investimentos…

tenis1

Se você estiver pensando em investir em um tênis apenas para montar os seus looks, para começar a brincar, uma boa opção são os modelos mais lisos, neutros, branquinhos ou de algum outro tom único. Eles são os mais versáteis. Se curtir, dá pra ampliar o leque com aqueles todos coloridos, divertidos e inusitados. Opções é que não falta.

  • %
07 setembro 2016
Pessoas com deficiência que são referência de estilo

Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 mostram uma coisa: para pessoas com deficiência, limites não existem. O que sobra é garra, vontade, superação e, claro, boas disputas. Mas, é só? Claro que não.

Deficiente2

O evento também colocam em voga outra questão que é a maneira pela qual as roupas podem favorecer e valorizar as mais diversas silhuetas. Muito além do padrão de revista, que vem sendo desconstruído – ainda que aos pouquinhos. E, sentir-se bem e confiante é um direito de todos!

Deficiente5

No Brasil, entre as pessoas com deficiência, há como referência de estilo a Paola Antonini. Ela registra nas suas redes sociais seus looks jovens e sensuais, sem medo de mostrar sua perna mecânica. Na gringa, temos que falar sobre Mama Cax (estou apaixonada por ela), grande inspiração pelo visual elegante, mas ainda assim cheio de personalidade.

Deficiente3

Entre os atletas, destaque para nomes como Amy Purdy e Bethany Hamilton, esportistas de alto nível que não deixam por menos no ponto beleza e confiança.

Deficiente1

O que percebemos, sempre, é que as roupas podem trabalhar como uma ponte para a construção ou recuperação da autoestima. Tudo isso vai bem quando conseguimos enxergar o que a moda pode fazer por nós e como ela pode nos ajudar.

Deficiente4

Falei no meu canal do YouTube sobre o assunto. Vem conversar comigo sobre o assunto! E, claro, se inscreva no canal.

  • %
05 setembro 2016
A moda é fácil? #NumaFrase

Não que a moda seja difícil, e segui-lá cegamente não é. Mas, entender a moda, como ela funciona, suas minúcias e peculiaridades, faz com que conquistar confiança por meio da aparência – e ter um ótimo visual – não seja tão simples assim. Não digo que a questão é virar um especialista em tendências, modismos… muito pelo contrário! Imagem, e moda, vai muito além do ‘tem que ter’. É preciso compreender o todo do ato diário do vestir: as variações de cada corte e modelagem, aplicados na sua silhueta… As pegadinhas presentes nas tendências e, claro, a complexidade de equilibrar a vontade com a realidade. Ou seja, enxergar além do que é imposto.

TimGunnFrase

Vestir bem e ter confiança por meio do visual não é algo impossível, mas carrega suas dificuldades. Por isso nem todos conseguem dominar seu guarda-roupa e adquirir confiança e autoestima elevada – aquela que parte de pedaços de tecidos recortados e costurados de maneiras diversas. Por isso, não se sinta mal ao se perceber perdido em frente ao seu guarda-roupa. É natural. Assim como qualquer outro universo, a moda requer leve análise, trabalho e alguma dedicação. Como lembra o consultor de moda Tim Gunn, se a moda fosse fácil, todos teriam ótimas aparências.

“But if fashion were easy, wouldn’t everybody look great?” Tim Gunn

  • %