Conversinha Fashion » Vamos Usar
19 novembro 2014
Normcore: a anti-tendência

Cansada das tendências, do consumo excessivo e da correira atrás dos modismos?! Pois então. Quem curte praticidade e conforto e não foca no que “tá usando” acaba de entrar na moda com a onda do normcore. Tal referência tem sido considerada a anti-tendência na qual a ostentação e cede lugar a uma pegada mais pé no chão, vinda diretamente da moda de rua.

normcore_1

Acima de tudo está um padrão que vem diretamente dos anos 90, com direito a muito jeans, camisetas, tênis, moletom e modelagens mais larguinhas bem despretensiosas.

normcore_2

Bolsas caras, acessórios agigantados, saltos vertiginosos e decotes profundos dão espaço a uma moda muito descolada, com direito a mochila, peças de tricô e roupas que, muitas vezes, saíram diretamente da seção esportiva das lojas. Mas isso não significa que o resultado precisa ficar sem graça, largado ou mal arrumado… muito pelo contrário. É possível pegar a onda normcore e explorar pensando mais no espírito “menos é mais” com um perfume 100% cool.

  • %
30 abril 2014
Calça confortável

Seja no couro ou no moletom, a calça jogging é uma boa proposta para a temporada

jogging_1

Com foco na moda esporte e no conforto, as calças jogging ganham força a aparecem tanto no couro – como uma forte tendência para o inverno – quanto no moletom.

jogging_2

Soltinhas, caracterizadas por gavião baixo e elástico na cintura e na barra, a peça é puramente despojada. Mas, quando combinada a saltos altos e acessórios dramáticos, gera um contraste superinteressante.

jogging_3

Para se manter fiel ao estilo da peça, vale manter o foco nas modelagens soltinhas e combinar com camisetas e camisetas levemente ajustadas, seguindo a forma sutilmente ampla proposta pela calça jogging.

jogging_4

A combinação com tricôs ou mesmo a inserção de uma terceira peça, como um blêizer, também gera um resultado interessante. Vale experimentar.

  • %
24 abril 2014
Chuva de imagens

Candy colors vão muito além da tendência e servem de inspiração para combinações leves e delicadas

candy_1

A moda é cíclica, o que não é nenhuma novidade. E de tempos em tempos, as candy colors – ou cores de bala – reaparecem, sejam nas roupas ou nos acessórios.

candy_2

O resultado das cores clarinhas combinadas em um tom sobre tom leve e delicado é muito positivo. Além disso, favorece fortemente a silhueta por criar uma linha longa e única. Vale dizer, também, que é uma ótima maneira de aplicar um pouco mais de leveza e delicadeza ao visual.

candy_3

Quando pensado em looks um pouco mais invernais, fica perfeito para quebrar um pouco da pegada óbvia dos visuais pesados e escuros. As baixas temperaturas não precisam, necessariamente, estar acompanhadas de cores dramáticas.

candy_4

No mais, o choque entre verde, rosa e azul gera um efeito muito interessante. Com isso, pode-se combinar sem medo as candy colors. Aos que querem uma opção mais básica, o jeans surge como uma boa base.

  • %
02 abril 2014
Pow, boom, ka-pow

Onomatopeias ilustram camisetas e explodem em estampas divertidas e inusitadas, deixando o visual superjovem e pop

pop_0

Onomatopeias tiradas diretamente dos desenhos em quadrinhos saíram das revistas e invadiram as roupas, aparecendo em estampas jovens e divertidas. A tendência com pegada pop art é muito divertida!

pop_1

Para quem quer explorar sem mergulhar, vale apostar nas camisetas com o desenho localizado. A escolha cai bem em contextos diversos e deixa peças tradicionais um pouco menos sérias, permitindo combinações inusitadas e contrastantes.

pop_2

Nos acessórios, os desenhos surgem agigantadas, como que recortados diretamente dos quadrinhos. Para as corajosas, vale incorporar a referência em peças 100% tomadas pelo padrão – puro exagero.

pop_3

O toque irreverente e divertido das onomatopeias faz com que ela deixe o look até mesmo um pouco infantilizado. Daí que vale arriscar nos comprimentos encurtados combinados com as camisetas básicas ou mesmo contrastar saltos altos para dar uma levantada no visual.

  • %
10 março 2014
Chuva de imagens

 Charmoso ao extremo, o chapéu é um desses acessórios que merece mais atenção e uma chance no visual

hat_1

A moda permite várias ousadias e com a aproximação do inverno, um acessório marcante e muito interessante ganha vez. O chapéu é, muitas vezes, considerado ousado ao extremo ou difícil de usar. No entanto, basta um pouco de coragem para levar para para as ruas algo que é diferente na medida. Já pensou?!

hat_2

Existem modelos diversos. Quanto maiores, mais chamativos eles são – claro. O legal é pensar na peça para complementar produções casuais ou mesmo looks arrumadinhos que foram pensados para enfrentar as ruas. A função é proteger o rosto e os cabelos do vento, do frio e, também, daquele sol incômodo do inverno (extremamente claro).

hat_3

A textura aveludada do chapéu fica ainda mais requintada quando combinada a casacos, botas de cano longo e peças de couro. Para quebrar um pouco o tom e deixar o look despojado, vale apostar em peças jeans.

hat_4

Uma fita amarrada no chapéu um mesmo um lenço estrategicamente aplicado muda o efeito do acessório. E, se combinado a outros acessórios típicos do inverno – como pashiminas e echarpes, fica muito legal. A sobreposição deixa o look ainda mais estiloso e é perfeito para quem sabe segurar uma produção trabalhada.

hat_5

Para as que querem apostar no chapéu, sem ousar demais, o truque é inserir o acessório em composições limpas, discretas, e apostar nos modelos menores e mais tradicionais. Vale lembrar – e perceber pelas referências – que uma aba curvilínea delineia o rosto, faz um mega charme e dá um toque extra de feminilidade no visual. Afinal, pra que se importar com o que os outros estão pensando?! Vamos usar!

  • %