Conversinha Fashion » Arquivos » Não há motivos para ser a vítima da própria miséria
27 março 2016
Não há motivos para ser a vítima da própria miséria

Em tempos difíceis, o que falta, talvez, seja um pouco de força, garra ou mesmo coragem para abrir a cortina e olhar pela janela, para entender que existem sim possibilidades melhores, que existe sim uma chance de um dia melhor. Se pararmos de nos lamentar pelo que perdemos ou pelo que deu errado seremos muito mais capazes de nos reerguer. Porque enquanto ficamos imersos na tristeza, outros conquistam o que deveria ser nosso… outros realizam nossos sonhos… outros fazem virar realidade aquilo que idealizamos para nós.

bewhatuwant

Talvez, as coisas não estejam tão ruins assim. Talvez seja só um dia ruim, ou uma semana difícil. Mas, claro, os dias ruins incomodam muito e, no instante em questão, marcam mais do que os dias bons. Chega disso. Chega, porque chega a hora de viver uma vida nova na qual a fase ruim seja esquecida rapidamente e que os bons ventos deixem sua mágica, deixem seu perfume envolvente capaz de nos levar para outros lugares bons. Não há motivos para ser a vítima da própria miséria.

Post publicado, originalmente, em 18 de junho de 2015.

Deixe um comentário em "Não há motivos para ser a vítima da própria miséria"
  1. Camilla Dias
    19/06/2015

    Saudades dos seus textos, por onde andas que não escreve mais por aqui?

    Beijo,
    Camilla

  2. Amanda Medeiros
    03/08/2015

    Ei, Camilla!
    Estive um pouco “perdida” com o falecimento de minha mãe no começo do ano e logo depois tirei da gaveta o projeto para um livro que sempre quis escrever, o que tem me tomado bastante tempo. rs
    Mas foi ótimo ler seu comentário. Preciso cuidar mais disso aqui. =) Obrigada. Bjs!