Conversinha Fashion » Arquivos » Uma nova brecha para fazer acontecer
06 agosto 2015
Uma nova brecha para fazer acontecer

Insisto em acreditar que os sonhos funcionam como sinais. São um misto entre corpo e mente entrando em sintonia, falando sobre o que precisamos escutar, mas que por um motivo ou outro não damos ouvido ou nem mesmo temos tempo para tal.

dream

Acabamos sufocados pela correria do tempo. Aliás, perdemos muito do tempo da escuta, o tempo da reflexão, o tempo de analisar o que queremos e precisamos para nós. Deixamos passar os instantes que são mais importantes, distraídos com telas e teclas que viciam e nos levam para um mundo paralelo – virtual – que, na verdade, pode esperar enquanto a vida, em si, passa. Assim, essa voz que aparece nos momentos mais improváveis mostra-se muito importante e merece ser avaliada, muito além dos livros que traduzem possíveis significados ocultos em cada símbolo ou ação.

Se um sonho conta algo, vale correr para guardar o recado dado, o sinal transmitido, aquilo que lhe foi falado – como se fosse uma segunda chance ou uma segunda voz, a do inconsciente que diz que aquilo ali tem valor. Como verdade de um tempo, este sonho pode funcionar como um suspiro breve remetendo à algo que não se materializou em pensamentos no momento que deveria ter sido reservado para tal. Daí, sem dizer o por que, a vida trata de apresentar algo… uma ideia… uma lembrança… como uma nova brecha para fazer acontecer.

  • %
Deixe um comentário em "Uma nova brecha para fazer acontecer"

Comentário Fechados.