Conversinha Fashion » Arquivos » 7 conselhos para quem ainda não encontrou um amor
11 junho 2014
7 conselhos para quem ainda não encontrou um amor

 

Não existem regras sobre o amar ou normas para quem quer amar. No entanto, algumas palavras podem, em alguma momento, indicar um caminho a ser seguido para os que sentem que não há mais esperança e nem motivos para tentar.

love

1. Nunca é tarde, assim como nunca é cedo demais. Como dizem por aí, o amor é uma dessas coisas arrebatadoras, que chega quando você menos espera. E surpreende. Como uma chuva de verão. Você nunca sabe quando vai acontecer, mas precisa estar preparado. Precisa estar disponível, não no status de uma rede social, mas de alma. Estar disposto a encarar as dificuldades e os medos que o sentimento impõem é o que diferencia os que conseguem dos que se escondem no medo do compromisso. Abolir-se de preconceitos e, principalmente, do medo de tentar faz a diferença.

2. Se livrar do passado é essencial. Para viver um novo amor, não há como estar acorrentado a sentimentos de ontem, a vontades latentes que surgem novamente a cada esquina. Não há como substituir um pelo outro. A troca, se assim for chamada, acontece de maneira natural. Caso não, gera efeito desastroso. Deixar para trás algo sabendo que queria ter tentado mais – ou o que não estava pronta para superar – não é lá muito agradável. Mas, como saber?! Não há. Só é preciso virar as páginas. Sempre.

3. Aprender que as diferenças podem ser maravilhosas. Duas peças podem se complementar, como em um quebra cabeça que precisa de partes diferentes para formar algo maior e grandioso… incrível! Quando vivemos tão próximos de alguém e aceitamos nos abrir, devemos, da mesma forma, aceitar os erros alheios. Daí a importância de respeitar, para ser respeitado. A questão é saber até que ponto as falhas te incomodam e podem ser levadas como um resfriado que não atrapalha a rotina.

4. Curtir a felicidade de maneiras diferentes. Além das luzes piscando e do som alto há um mundo de verdades e sentimentos que não se apagam quando a noite termina. Da mesma forma, a felicidade pode estar em coisas muito mais simples do que você imagina, só não experimentou ainda. Nada de preconceitos. Antes de achar convites desinteressantes, vale tentar. Talvez seja isso o que vai lhe despertar borboletas no estômago.

5. Isso também passa. Aquela sensação de que todos são iguais e todo e qualquer um é, nada mais, que só mais um… é puro preconceito. Mais ora, menos ora, se mostra falsa. Existe em cada reta uma curva inesperada e é ela que devemos buscar se queremos mudar o rumo da situação. Ela é a saída para outro mundo. Mas, se continuamos insistindo nos mesmos tipos, no mesmo padrão, vamos continuar indo para o mesmo caminho tortuoso.

6. O que querem para você nem sempre é o que você quer. Lhe contaram que você deveria sonhar com um príncipe encantado, aquele que vai cuidar de você e vai lhe manter segura. Mas, nem toda mulher precisa disso. Ainda bem. Algumas querem coisas totalmente diferentes e isso é o mais legal do amor! Aliás, para a mulher, o amor até mesmo ganhou novos significados. Querer e sonhar com tipos distintos, que buscam, da mesma forma, estilos e personalidades que não saem de uma forma quadradona, é o que faz duas pessoas se completarem.

7. Nada é eterno e nem permanente. O que funciona hoje, pode não funcionar amanha. Devemos estar cientes da possibilidade da mudança, pois sentimentos não são imprevisíveis. Quando vivemos uma troca não é imaginável adivinhar o que está passando na mente e na vida do outro. Perder o seu tempo tentado controlar as decisões e vontades alheias e tão inútil quanto querer forçar o amor. Mais simples é curtir o momento e se sentir abençoado caso, um dia, você tenha tido a sorte de saber o que, de verdade, tal sentimento.

  • %
Deixe um comentário em "7 conselhos para quem ainda não encontrou um amor"

Comentário Fechados.