Conversinha Fashion » Arquivos » Toque final: perfume-se
31 maio 2013
Toque final: perfume-se

 

A fragrância cerca pode complementar o estilo pessoal e funcionar como um certeiro acessório final

parfum

A escolha da fragrância que acompanha e completa o visual diário está atrelada ao gosto olfativo e também a afinidade por marcas, claro. É impossível negar, ainda, que embalagens e frascos influenciam a escolha.  No entanto, é importante saber a diferença entre os diversos tipos de fragrância e as sensações geradas por cada uma delas para, enfim, saber qual será o tom do acessório final do seu visual.

Existem Eua de Parfum, Eau de Toilette, Eau de Colónia e o Body Splash, além do Parfum. A diferença é simples, mas marcante. Cada tipo de fragrância possui uma concentração, que é a quantidade de essência dissolvida em álcool. No caso do perfume, a concentração é de 15-25%, com isso a durabilidade pode superar 10 hrs; já no caso da Eau de Parfum (EDP), a composição leva de 8-16% de concentração, com duração de cerca de 8 hrs também; no caso da Eau de Toilette (EDT), com concentração de 4-8%, a duração varia entre 6-8 hrs; já a Eua de Colónia (EDC) possui de 2-4% de concentração, e dura 4 hrs no máximo; por fim, o Body Splash, com 1-3% de concentração.

E quando observamos a descrição de um perfume, o que são as tais “notas”?! Existem as notas de saída, as de coração e de fundo. As notas de saída, a cabeça, são as primeiras, é o cheiro que sentimos no momento inicial e que evaporam mais rapidamente. Já as notas de coração, o corpo, são responsáveis pelo cheiro principal do perfume e evaporam mais lentamente. Finalmente, e de certa forma mais importante, existem as notas de fundo, a base, que evaporam bem devagar e, por isso, permanecem na pele.

Tendo dito isso, vale perceber que para cada momento há uma fragrância ideal. Para a noite, elas podem ser mais marcantes. Já para atividades físicas, devem ser mais suaves. Tudo isso determina se a mesma vai funcionar bem. Por exemplo, no dia-a-dia são indicados os florais e cítricos, que são mais suaves e delicados. Já para a noite, ou para tempos de frio, os amadeirados e orientais, que são mais intensos, caem bem.

A questão aparece nas famílias olfativas. As fragrâncias amadeiradas são compostas por misturas de madeiras, com resultados secos e pouco adocicados. No grupo estão presentes notas de couro, tabaco, sândalo, com toques de canela, terra, entre outras. Os aromáticos são mais cítricos, com flores brancas, lavandas e especiaria orientais; são presentes notas de lavanda. Os florais misturam rosas, gardênias e ramos de jardim. No grupo estão presentes notas de lírio-do-vale, violeta, rosas e jasmim. Os cítricos são leves e marcantes, com notas de limão, laranja, mandarina e bergamota. Os frutais, por sua vez, misturam notas cítricas com morangos e pêssegos, com toques doces que aplicam leveza e frescor; aparecem toques de ameixa, maça, pêra, rosas e jasmim. Os frescos são compostos por notas marinhas, naturais, como flhas verdes, limão, lima, hortelã, erva-cidreira, bergamota e manjericão. Por fim, os orientais que são quentes e picantes ,com notas de baunilha, canela, orquídeas, âmbar, anis, noz-moscada, gengibre, cravo e canela.

E, como saber que perfume cai bem?! Só experimentando. Vale aplicar nas áreas mais quentes do corpo, onde há irrigação sanguínea, o que favorece a evaporação da fragrância. Áreas como pescoço, pulso ou atrás das orelhas são ideias para se ter uma ideia da interação entre os seus odores pessoais e o perfume. Importante é não esfregar os pulsos ou a área no qual a fragrância foi aplicada, pois isso pode alterar o cheiro. E, claro, perfume é uma questão pessoal… o que funciona bem em alguém, pode ter outro resultado em você. Por isso é legal descobrir quais são os seus escolhidos, os que completam sua personalidade e são uma extensão do seu estilo pessoal.

  • %
Deixe um comentário em "Toque final: perfume-se"

Comentário Fechados.