Conversinha Fashion » 2013 » janeiro
18 janeiro 2013
O mercado da beleza

Ditam um padrão de beleza (e vida) inatingível para que gastemos cada vez mais… e mais

ugly

O mercado insiste em vender um tipo de beleza difícil, para não dizer impossível, de conquistar. Existem tendências para os cabelos, o corpo, o físico, que mudam de tempo em tempo. Aparentemente a regra é tentar impor um tipo de referência complicada de conquistar para que tenhamos que gastar cada vez mais para chegar ao menos perto de tal ideal. E, no geral, sofremos ou nos sentimos mal pelas dificuldades do caminho.

Fantasiando o ideal de saudável e possível, as marcas aprenderam a brincar com os consumidores e jogam de maneira arriscada, mas eficiente, ao insistir com a ideia de que aquele tipo de beleza é fácil de atingir – basta comprar um produto, ingerir uma capsula, passar por uma interferência estética ou mudar todos os seus hábitos. Mas, se fosse de fato real, não precisaria de tanta dedicação (e investimentos) e também não carregaria correções com programas de edição nas belas modelos escolhidas a dedo para ilustrar campanhas e ações de marketing.

Tudo bem, a publicidade não gosta de pessoas feias. Há de se entender. Mas, ao menos para nós (pessoas reais) deve haver um limite entre o possível e o impossível.

Assim, antes de se chatear por não conseguir seguir a dieta maluca da moda, ou por não poder comprar todas as tendências, vale entender que muitas das “dicas” e modismos nada mais são que imposições de consumo, para que gastemos cada vez mais. Fazem com que a gente se sinta feia e menor do que realmente somos para que possam despertar em nós o desejo urgente de gastar cada vez mais, e mais, e mais. E é um caminho sem fim, de insatisfação constante e profunda após a efusiva alegria de uma nova aquisição; ou da tristeza que surge ao ver desaparecer a esperança de beleza eterna ao se privar de tudo o que você gosta e sofrer com tratamentos desagradáveis para agradar ao mercado. Já pensou?!

 

 

  • %
15 janeiro 2013
Barriga de fora

Sem mostrar muito, é possível brincar com a tendência que é pura sensualidade

cropped_4
Mulher esperta sabe que a sensualidade está nos detalhes, nas entrelinhas e na brincadeira de mostrar sem relevar. A moda do pedacinho de barriga aparente brinca justamente com tal ideia, deixando em evidência uma parte do corpo que é super sexy, mas que não precisa ser 100% exibida para um bom resultado.

cropped_1

O truque é legal principalmente porque não coloca em risco o conforto. Com o mix de saia/short/calça de cintura alta + camiseta ou top curto, o efeito é bonito, sem mostrar o umbigo, que é onde a barriguinha costuma ficar mais aparente. Mas, para quem está super em forma, vale usar o efeito contrário do short/calça/saia de cintura baixa e o top um pouco mais baixo. As opções são diversas e o importante é encontrar uma que combine com a silhueta.

cropped_2

É legal também pensar na barriguinha de fora mostrada a partir da camisa usada com nó, uma amarração que pode ser feita de maneiras diversas, dependendo do desejo e do contexto do look. E, para quando o inverno chegar, a ideia pode aparecer em sobreposições, com top curto por baixo de jaquetas ou casacos. É o toque sexy que por vezes falta nos looks mais cobertos.

cropped_3
Para fugir completamente da vulgaridade, pode-se pensar em peças larguinhas e não justíssimas quando um pedaço de barriga ficar aparente. Tal truque ajuda a deixar a silhueta mais magrinha pelo contraste de formas. Sabe a ideia de que pulsos e colo são áreas magras?! Isso vale também para a região logo abaixo do busto, que é a que aparece em uma das alternativas da barriguinha aparente. Vale experimentar.

  • %
11 janeiro 2013
Vale o Encontro

Diariamente, Fátima Bernardes acerta no look e mostra como ser feminina e elegante ao mesmo tempo

fátima_5

Se há uma coisa interessante no programa Encontro, de Fátima Bernardes, são os looks da apresentadora. É inegável a evolução visual da jornalista, que deixou de lado a aparência sem graça para ganhar graça e elegância, sem dar chance para o exagero.

fátima_1

Acredito que é um tipo de imagem que agrada, e muito, a mulher brasileira, com um mix chique de feminilidade e requinte, sem deixar de lado a alegria. O legal, claro, é que as peças valorizam muito a silhueta triângulo que Fátima carrega, com destaque para saias e vestidos mais rodados, com decotes interessantes ou acessórios que chamam a atenção para o rosto.

fátima_2

E a cartela de cores trabalhada é ampla, rica, mas passa longe do previsível. Aparecem estampas, cores combinadas em alto contraste (seguindo o que pede o visual dela) e modelagens trabalhadas, com elementos que fogem do básico e deixam o visual sempre lindo.

fátima_3

Saias, vestidos, calças, camisas, há uma gama cheia de variedade que pode ser trabalhada por qualquer mulher. Suas roupas contam diariamente uma história que combina com ela. E Fátima não está com aquela aparência batida, de mesmice, que nos persegue no dia-a-dia de correria e pouco tempo para dedicar aos detalhes. Há uma lógica no visual, mas com alterações significativas.

fátima_4

Saias, vestidos, calças, camisas, há uma gama cheia de variedade que pode ser trabalhada por qualquer mulher. Suas roupas contam diariamente uma história que combina com ela. E Fátima não está com aquela aparência batida, de mesmice, que nos persegue no dia-a-dia de correria e pouco tempo para dedicar aos detalhes. Há uma lógica no visual, mas com alterações significativas. Para complementar, maquiagem leve (mas existente) e cabelos sempre impecáveis, nem que seja em uma bela, mas básica, amarração.

Seu visual tanto é destaque que na página do programa – no portal da Globo.com – há diariamente uma explicação sobre o look acompanhada de constantes votações para eleger o visual mais legal da semana. Com isso, fica claro que a transformação visual foi planejada com um objetivo claro, mas que mal há nisso?! É algo que todo mundo poderia fazer por si. Que ela está mais linda do que nunca é impossível negar.

08 janeiro 2013
Só pra constar

messi_3

Com um blazer de poás, acompanhado por gravata borboleta seguindo o mesmo padrão, Lionel Messi – o argentino, craque do futebol – surpreendeu durante a premiação da Bola de Ouro do futebol. Para alguns, um exagero; para outros, uma atitude que esbanja confiança, assinada, com exclusividade, pela grife Dolce & Gabbana. Nada mal.

Vale dizer, e lembrar, que não há certo ou errado na hora de se vestir. São escolhas que muitas vezes batem na casa do gosto pessoal. E foi exatamente o que aconteceu com o mestre da bola, que levou o grande prêmio pela quarta vez. Uau!

messi_1

Recriminar o visual divertido, ousado, seria um erro. Em momento nenhum seu look foi inadequado à ocasião, mesmo porque a modelagem impecável e os traços do look não foram contra o respeito à cerimônia, que carrega tom formal. Mas, de toda forma, o futebol representa graça e lazer, ainda que um grande negócio. Para os torcedores, a vibração de um gol sai como um grito de liberdade e a evolução de Messi ano após ano ganhando o título mostra como o visual acaba por traduzir uma confiança crescente em seu talento e na sua capacidade de ser incrível. E ele se diverte em campo…

Até mesmo os menos apaixonados pelo mundo da bola se encantam pelo jogo do pequeno argentino. E, por aqui, o encantamento fica também por sua escolha. Em noite de festa, ao menos para ele, pode-se dizer que Messi foi muito feliz. O que estava estampado não apenas em seu sorriso, mas também (e principalmente) no visual.

messi_2

Na imagem, Andres Iniesta e Cristiano Ronaldo foram conservadores. Escolha bem pensada para dois grandes jogadores que sabiam que a noite, sem sombra de dúvidas, não seria deles.

08 janeiro 2013
Festa das pulseiras

Misture tudo e se divirta com a modinha que destaca pulsos e braços

armparty_4

Por ai, chamam a tendência de “arm party”, algo que, bem literalmente, remete a uma festa nos braços. Não deixa de ser. A moda de enfeitar ao extremo os pulsos com pulseiras em sucessão chega para desbancar os colares agigantados – os tais maxi colares – já que é impossível, e inviável (visualmente), compor um look com tanto exagero localizado em pontos distintos.

armparty_1

A ideia é bem bacana e pode ser explorada de formas variadas, remetendo à vários universos. Tudo depende das peças usadas e do material no qual as mesmas foram feitas. Cores e texturas contrastantes apenas fortalecem criatividade.

armparty_2

É claro que o legal da modinha é combinar sem medo, sem querer coordenar ao extremo. Vale misturar peças metalizadas entre si ou mesmo apostar nas que carregam um visual mais artesanal. Se for o caso, pode-se, ainda, brincar com combinações distintas em cada braço. Sabe como?! Não existe regra. O que existe é um pouco de coragem e ousadia.

armparty_3

Por fim, o CF lembra que as pulseiras combinadas levam a atenção do visual para a região do quadril, o que pode pedir peças neutras ou em modelagens favoráveis para as mulheres que encontram no quadril um ponto de atenção. Para não deixar todo o destaque do look em um ponto baixo, é possível investir em blusas ou tops coloridos/estampados ou mesmo caprichar na maquiagem, com um batom em tom vivo ou mesmo um brinco grande que lembra que o que mais vale no seu visual é você.

 

  • %