Conversinha Fashion » Arquivos » Desejo de compra na cultura global
27 abril 2012
Desejo de compra na cultura global

Fruto da pós-modernidade, blogueiras inspiram os quatro cantos do mudo e despertam um desejo de compra possível de ser materializado

Na pós-modernidade as barreiras físicas já não existem mais, ao menos por aqueles que possuem mobilidade. Assim, é simples pensar que com as tecnologias, inseridos na rede com o advento da internet, conseguimos passear pelos mais diversos universos, que se unem nesse processo de globalização e de misturas. Prova disso são blogueiras de países distantes que influenciam nossos hábitos diários, e com incrível facilidade despertam o nosso desejo de compra. Mas não é só isso.

Se adquirir peças de marcas importadas até pouco tempo atrás era algo difícil para quem não tinha em sua rotina viagens internacionais, isso hoje não existe mais. A relação com a compra mudou com a existência de pessoas que trabalham fazendo essa ponte, ou mesmo com as lojas virtuais que entregam em todo o mundo. Fronteiras foram quebradas e isso impactou nossas vidas de uma maneira impossível de ignorar. Mais do que isso, cada vez mais pessoas vão a outros países, viajamos com mais frenquência, e os valores para tal são cada vez mais acessíveis. Globalização sentida na pele. Desejar aqui é comprar lá para depois usar por aqui ou em qualquer outro lugar do mundo! Até que a tendência seja outra e a história continue na sua forma cíclica.Já não há mais limite para influenciar, gerar desejo, modificar uma cultura e despertar a vontade de inserção. Para estar nesse ciclo basta ter poder financeiro. Para aqueles que acompanham tais movimentos do espaço, mas por alguma razão não podem participar do processo, fica aquela sensação estranha de perda e de fragilidade. O que não deveria acontecer, acontece não por culpa dos que mostram suas referências, de olimpianos da era digital que deixam sua assinatura. O que gera traumas e dificuldades é a própria pós-modernidade que na sua essência elimina fronteiras e cria espaços líquidos, que são ao mesmo tempo fáceis de ultrapassar, mas possuem barreiras que estão além do espaço e do tempo. Cabe focar nas raízes da tradição que, como um grito em meio a um tempo remodelado, com culturas cada vez mais misturadas, clamam pode algum tipo de poder, como a essência do que foi grande até pouco tempo atrás.

  • %
Deixe um comentário em "Desejo de compra na cultura global"

Comentário Fechados.