Conversinha Fashion » Arquivos » Como uma folha de papel manteiga
23 janeiro 2012
Como uma folha de papel manteiga

Relacionamentos são frágeis como uma folha de papel manteiga, delicada ao extremo que se rasga com qualquer movimento um pouco mais brusco, com qualquer deslize. Uma vez que a folha se rasga, é difícil reparar – quando não impossível. Fazer remendos é a solução mais simples, no entanto a saída, quase que urgente, deixa marcas visíveis que tiram muito da beleza e do encantamento da folha que uma vez foi perfeita. Ainda assim, é o que acontece.

Os estragos acontecem com o tempo, aparecem com aquilo que faz parte do dia-a-dia, entre deslizes que tentamos ignorar – ainda que sabendo da possibilidade. Não são todos aqueles que cuidam ao extremo do que tem, que guardam com cuidado, que zelam… que dão carinho e atenção. As vezes, pela simples emoção de ver o que acontece, a folha é deixada próxima a copos de água, ao lado de uma janela aberta, como se a tentação ao desastre fosse grande demais para resistir. São os amigos que esquecemos, os colegas que respondemos com falta de educação, os familiares que ignoramos ou os amores que substituimos por relacionamentos passageiros. Falhas, tão óbvias, tão ridículas, que cometemos dia após dia.

Ainda assim, os detalhes sobre como os relacionamentos se “rasgam” não importam tanto. O que vale é dar um tempo, medir estragos, investir em algo novo ou mesmo deixar que as coisas voltem ao seu lugar. Talvez isso aconteça com uma substituição, colocando no lugar algo que tenha a mesma função, a mesma textura, a mesma utilidade… que seja a mesma, mas renovada, caso os cuidados sejam aqueles devidos, esperados. Erros, falhas, acontecem… as marcas nunca desaparecem, nunca serão esquecidas, mas podem ser colocadas em segundo plano – sem desejo de vingança, saída que nada resolve. Basta saber se vale a pena. Basta se amar mais e fazer suas próprias escolhas, sempre de olho no que o mundo tem para lhe oferecer.

Deixe um comentário em "Como uma folha de papel manteiga"
  1. Leila Rodrigues
    24/01/2012

    Que post mais lindo Amanda!Bjos!!

  2. Amanda Medeiros
    29/01/2012

    Obrigada, Leila. =)