Conversinha Fashion » Arquivos » Formas de valorização
07 novembro 2011
Formas de valorização

Entre caráter e harmonia, dois lados distintos que indicam formas de valorizar a imagem e incorporar determinado tipo de personalidade.

A valorização da beleza pode ser trabalhada de duas formas distintas, por caráter ou harmonia. Isso significa que podemos ressaltar nossas características pessoais, buscando valorizar o que há de mais marcante ou chamativo, ou então podemos trabalhar em busca do equilíbrio visual, focando no padrão de beleza de uma determinada época – ou mesmo no equilíbrio das formas e das proporções. Não importa a escolha. Quando bem trabalhado o pensamento tende a funcionar incrivelmente bem, gerando bem estar e satisfação por enviaras as mensagens escolhidas, gerando confiança.

Uma mulher de quadril largo pode sentir que isso é um ponto fraco, um problema, enquanto outra pode considerar o quadril amplo uma arma e um detalhe de extrema feminilidade. Enquanto a primeira ressalta o corpo triângulo com calças e saias afuniladas, apostando em peças ajustadas na porção superior, a segunda busca peças levemente retas na porção inferior e investe em roupas que sejam um pouco mais soltinhas, coloridas ou estampadas na região de tronco, agregando peso visual inverso ao que é esperado em um corpo de quadril largo e ombros estreitos. Mais do que um jogo de formas e proporções, é uma questão de personalidade! Nossa primeira personagem provavelmente é um pouco mais sexy, marcante, enquanto a segunda preza por elegância e é um pouco mais discreta.

Essas interpretações são facilmente percebidas ao nosso redor, pela forma com que cada um realiza suas escolhas diárias de vestir. No entanto, esses detalhes não estão apenas no corpo, nas formas e curvas da silhueta; eles podem ser percebidos nas linhas do rosto, que enviam muitas mensagens diretas. Um rosto de linhas retas, alongadas, é mais marcante que um rosto de linhas arredondadas, que carrega um perfil um pouco mais romântico. Quebrar essas características mestres com um corte de cabelo inverso, que brinque com um outro tipo de referência, é o que fazemos quando queremos comunicar algo que não está estampado nas nossas formas naturais. Nossa imagem é capaz de nos alimentar com o que queremos, e precisamos; para tal, basta saber trabalhar com linhas, formas, texturas e volumes.

  • %
Deixe um comentário em "Formas de valorização"

Comentário Fechados.