Conversinha Fashion » Arquivos » Precisamos?
29 setembro 2011
Precisamos?

É impossível vencer o jogo das compras. Talvez, melhor seja aceitar as alegrias da vida e experimentar o que, literalmente, não tem preço.

Precisamos? E, mais do que isso, do quanto precisamos para viver? Já é fato que temos, e acumulamos, muito mais do que o necessário. Pensando em itens de guarda-roupa, entre roupas e acessórios, temos o suficiente para suprir nossas carências físicas e emocionais. Temos centenas, e centenas, de itens que nos dão o suporte e a coragem que não encontramos em outras partes da vida.

Por que tantas compras e aquisições?! São as oportunidades imperdíveis, a última chance, que alimentam as vontades loucas de comprar mais, mais e mais. As últimas tendências, as grandes novidades, aquilo que ainda vai virar tendência! Um poço sem fim de onde saem desejos ilimitados.

Comprar em território nacional, por exemplo, já não é mais o bastante. As viagens internacionais cada vez mais frequentes e as fontes de transporte com taxas, ou sem, levam a uma guerra sem fronteiras onde ganham, ao menos superficialmente, aqueles que conseguem trazer primeiro a peça desejada entre bloguers e revistas. No tempo das aparências ter parece ser sinônimo de poder. Porém, tudo isso se mostra extremamente estranho e falho quando confirmamos pela própria experiência de vida que toda essa loucura não tem fim. Eterna e triste essa grande confusão, porque ela gera frustação e insatisfação permanente. Não há como lutar contra as mudanças do tempo e a velocidade das novidades. É preciso se controlar… colocar na mente que nesse jogo de posses sempre teremos menos do que poderíamos ter.

Tensões, e emoções, cada vez mais desnecessárias. Talvez são estes elementos, da compra e da vaidade, que nos auxiliam a fugir um pouco dos problemas da vida real, daqueles que não podem ser solucionados com um parcelamento ou com uma compra cartão de crédito (mais uma!). Para o que não há preço, também não há rota de fuga. Alimentar novos problemas, nem que seja a falta de espaço, é uma das mais vivas tendências da pós-modernidade. Difícil ou quase impossível resistir a essa onda de compras e gastos, de desejos e anseios. É entre suspiros de vida, de risadas e de experiências realmente engrandecedoras, que se encontram a respostas para o que é impossível comprar. Viver de forma intensa é gastar o que não tem preço.

Nesses vídeos do Tim Gunn, propaganda de uma marca (mas quem se importa?) dicas super boas para aproveitar bem o guarda-roupa e, por consequência, comprar menos. Super possível!

Deixe um comentário em "Precisamos?"
  1. Camilla Dias
    03/10/2011

    Amei o texto!

    Nesses tempos de blogs pessoais e lookbooks desenfreados, é cada vez mais difícil encontrar esse tipo de questionamento, e eu concordo com você em cada linha!

    Abraços,
    Camilla