Conversinha Fashion » Arquivos » Quando trocamos a peça inferior
03 agosto 2011
Quando trocamos a peça inferior

Deixe de usar as mesmas blusas sempre com as mesmas calças. É possível, e importante, explorar todo o potencial de uma peça de roupa.

 A ideia de usar uma peça inferior apenas com uma única blusa já não existe há muito tempo. A versatilidade das roupas, como um todo, deve ser explorada ao máximo, com suas muitas possibilidades. Ainda assim, cada blusa muda, e ganha novo significado, dependendo da forma com que é combinada. Coordenando é que conseguimos valorizar partes diferentes do corpo e, assim, enviar as mensagens que desejamos. 

Nos exemplo acima fica clara a diferença de efeito entre uma calça estampada, de tom divertido, uma calça de cor vibrante e uma calça com acabamento metalizado. O tom muda em cada caso, fazendo com que a peça superior ganhe outro tipo de significado. Entre os adjetivos que podem ser aplicado, da esquerda para a direita, uma interpretação despojada para um momento alegre, uma opção elegante para o dia-a-dia e outra mais marcante para a noite. Lembrando que quase não há diferença, ao menos forte, entre modelagens e comprimento.

No caso da bata com estampa localizada na barra, e na gola, a prova de que o contraste de cores agrega volume visual e o volume potencializa esse efeito. Quanto mais ajustada a calça, aplicada junto a uma peça superior ampla, maior o equilíbrio visual. Já quando a questão dos comprimentos, a calça comprida deixa a silhueta mais longilínea enquanto a calça curta gera efeito contrário. No mais, as cores ditam o sentido do tempo.

Por fim, a maneira óbvia com que diferentes modelos de calças geram resultados próprios em cada combinação. Enquanto o cargo é utilitário a calça de cintura alta, pantalona, é elegante e feminina; já o jeans boyfriend é despojado, casual, e garante outro clima.

Assim, vale esquecer de vez a ideia antiga e ultrapassada de usar uma calça sempre com a mesma blusa, ou a blusa sempre com a mesma calça. Essa junção viciada cansa e acaba com todo o potencial de qualquer peça muito legal.

  • %
Deixe um comentário em "Quando trocamos a peça inferior"

Comentário Fechados.