Conversinha Fashion » Arquivos » Oh No, she didn’t…
28 março 2011
Oh No, she didn’t…

Adoro o humor de Clinton Kelly, o elegante consultor de estilo do What not to Wear americano. Em meio as dicas e orientações uma chuva de tiradas engraçadas por vezes desnecessárias que carregam sábios ensinamentos. Cada participante, visto como um cliente, é chave para aulas de estilo e adequação. O que no serviço contratado é ensinado com delicadeza na televisão é estampado como fonte de piada e diversão alheia. É o preço que se paga por estar em um programa (e ganhar uma nota para comprinhas).

Em um dos livros de C. Kelly, Oh No, She Didn’t, uma listagem divertida e sábia de registros que não deveriam ser repetidos por ninguém – leia-se ninguém. De detalhes à costumes banais coisas que facilmente estragam o look e a imagem como um todo. Selecionei alguns trechos, oito entre 100, entre os que mais achei válidos – deixando de lado, ainda, muita coisa que concordo. Vem comigo.

Alguns são clássicos, não?! Bico do seio marcando por baixo da roupa, jeans grande e largo na parte de trás, lingerie caindo e gerando incômodo e, por fim, a tenebrosa linha de calcinha marcando por baixo da roupa. Tudo incrivelmente fácil de solucionar, como num estalar de dedos. A lingerie certa, no caso o sutiã adequado, fica confortável e deixa de revelar o que é natural do corpo; um ajuste discreto faz o jeans perfeito nas coxas e quadril ficar perfeito também na linha de cintura; a calcinha certa pára de subir e/ou num passe de mágica desaparece por debaixo do tecido.

Comprimentos mini em tempo de valorizar outros pontos fortes, postura ruim, cinto marcando e revelando pontos fracos e, por último mas não menos importante, o terrível fio dental aparecendo a cada ensaio de movimento. Mulheres maduras tem muito a mostrar, muito a contar ao mundo que não precisam, de forma alguma, lançar dos mesmos argumentos utilizados na terceira década de vida; uma postura ruim envia várias mensagens negativas e em nada acrescenta ao visual de um pessoa; cintos podem valorizar muito um visual, mas podem também destruir uma silhueta simpática quando revelam a barriguinha ou salientam a ausência de linha de cintura; a lingerie, seja qual for, não foi feita para aparecer… muito menos no caso de um fio dental.

São falhas pequenas, deslizes que cometemos as vezes sem perceber. Coisas discretas que, no entanto, podem arruinar de vez o visual e a imagem de alguém.

A tradução livre vem, como sempre, do meu inglês NumberOne. Para quem quiser os originais (trechos de trechos) estão logo abaixo.

O livro é: Oh No, She Didn’t – The top 100 style mistakes women make and how to avoid them. Clinton Kelly.

1. Nipping out. Wheter you’re delivering a speech on quantum physics to a bundh of MIT nerds of discussing your favorite brownie recipe with the other members of the baking club, when your nippies scream yippee, you’re lost your audience. All attention’s on the ta-tas. (…) Just hurry. Before someone loses an eye.

1. Apontando para fora. Não importa se você está discursando sobre física quântica para um monte de nerds ou discutindo uma receita de brownie com outros membro do clube da cozinha, quando seus seios gritam você perde a sua audiência. Toda a atenção nos benditos. Se apresse, antes que alguém perca um olho.

 

2. Gap in the back. Yes, it’s a drag when things doesn’t fit perfectly off the rack, but that doen’t mean you should settle. People with great style don’t settle!

2. Buraco traseiro. Sim, é um obstáculo quando as coisas não encaixam perfeitamente na parte traseira, mas não significa que você não pode resolver essa situação. Pessoas com grande senso de estilo sempre resolvem.

 

3. Fidgeting. You can be wearing the cutest freakin’ outfit in the whole world, but you’ll look a helluva lot less beautiful if you spend half the night adjusting your bra straps and picking a wedgie out of your butt.

3. Inquietação. Você pode estar vestindo a roupa mais incrível de todo o mundo, mas vai ficar muito menos bonita se estiver gastando metade da noite ajustando as alças do sutiã ou tirando a calcinha do bumbum.

 

4. Visible panty line. Nevertheless, visible panty line is a senseless style crime. It’s crime-crime equivalent would be something like, oh, I don’t know… breaking into someone’s house and replacing their tacky wedding photo with an equally tacky oil portrait of a sad clown. Senseless. Don’t let it happen to you.

4. Marca visível de calça. Linha da calcinha visível é um crime de estilo. É o equivalente a, uhm, invadir a casa de alguém e substituir a foto do casamento no porta-retrato pela imagem de um palhaço triste. Totalmente sem sentido. Não deixe isso acontecer com você.

 

5. Mini anything over “a certaing age”. A woman over a certain age should give the impression that she is beautiful and feels no need whatsoever to compete with women half her age. The sexiest thing a woman can ever, ever have is confidence.

5. Mini qualquer coisa depois de uma certa idade. Uma mulher de certa idade deve passar a sensação de que é linda e que não sente a menor necessidade de competir com mulheres que possuem metade de sua idade. A coisa mais sexy que uma mulher pode ter é confiança.

 

6. Bad posture. Bad posture makes your boobs look droopy and your tummy pouchy. Plus, it makes other people think you’re awkward and uncomfortable in your own sking. Don’t ruin a perfectly cute ensemble by contorting yourself into a question mark.

6. Má postura. Uma má postura faz com que seus seios fiquem caídos e sua barriga empapuçada.Também, ela faz com que as outras pessoam acabem pensando que você está estranha e desconfortável em sua própria pele. Não estrague um conjunto perfeitamente bonito apenas por ficar se contorcendo como um ponto de interrogação.

 

7. Misguided belts. If you have a tummy, never put a belt right across the widest part of it, and definitely don’t put the belt below the tummy (…) Instead, try belting a blouse or a dress slightly higher tha your natural waist. (…) A belt should feel snug but not tight; no flesh overflow.

7. Cinto equivocado. Se você tiver uma barriga nunca coloque o cinco logo acima da maior parte dela e definitivamente não coloque o mesmo embaixo da barriga.  Ao invés disso tente acinturar uma blusa ou vestido ligeiramente acima da sua linha de cintura natural. Um cinto deve lhe deixar confortável, nunca apertado e sem carne transbordando.

 

8. The whale tail. Pull your jeans up and tuck your straps in. We get it; you’re wearing a thong. Now, stop kissing your brother and go see the dentist.

8. A cauda da baleia. Puxe o seu jeans para cima e guarde tudo dentro. Nós entendemos, você está usando um fio dental. Agora pare com isso e vá ver um dentista.

Deixe um comentário em "Oh No, she didn’t…"
  1. Marina Albuquerque
    28/03/2011

    Adoro tradução livre…. Mas ta certinho. kkkkk
    so nao pode escrever John without arms.

  2. Amanda Medeiros
    04/04/2011

    Estou achando você um pouco John withou arms, Marina.