Conversinha Fashion » Arquivos » Ooops!
31 julho 2010
Ooops!

Não é porque a fonte das imagens é um famoso blog de street style que temos que amar tudo ou abrir mão de observar pequenos detalhes. Vemos por ai, em fotos que são lindas muitas vezes nem tanto pela roupa mas sim pelo contexto e pela foto em si, vários probleminhas que provavelmente nem seriam notados na ruas, com as roupas em movimento. Acontece que um clique estático é capaz de revelar detalhes desastrosas que podemos e devemos evitar na nossa vida.

Na sessão de hoje, de crítica chata, três pontos básicos: roupa amassada, roupa apertada e roupa transparente.

Sobre a roupa amassada. Alguns tecidos possuem um amassado natural, impossível de evitar; como exemplo podemos citar o linho. No entanto um amassado natural é bem diferente do amassado de uma ceda, por exemplo. Perde a peça, perde a estampa e perde a composição geral – como visto no primeiro exemplo.

Sobre roupa apertada. Existem alguns pontos da silhueta que saltam com o uso de roupa apertada ao extremo; são eles a barriguinha, o culote e a parte mais cheia dos braços. Com a roupa colante em cor clara o efeito de ampliação é dobrado, tirando muitos pontos da composição.

Sobre roupa transparente. Difícil alguém sair sem querer com uma roupa transparente ao extremo. Trata-se de uma escolha a qual acho pertinente colocar em linha o fato de que as pessoas ‘do mundo’ não precisam ver seu corpo no meio da rua – por mais bonito que ele possa ser.

E vocês, o que acham? Acho válido o exercício pra tentar perceber quais escorregadas cometemos no nosso dia-a-dia e de qual forma podemos melhor evitar esses contratempos por vezes inocentes e despercebidos.

Deixe um comentário em "Ooops!"
  1. Mariana
    31/07/2010

    super pertinente. hoje em dia com a ploriferação desses blogs de street style as pessoas ficam com a impressão de que tudo é bacana. A moda de fato tem ficado cada vez mais democrática (desfiles com modelos “plus size”, por exemplo) e os blogs acabam deixando a ideia de que tudo pode, e é aí que a gente escorrega! muito válidas as observações. eu tinha uma camisa linda de morrer de cambraia, mas passei pra frente. não tenho porte/elegância suficiente para vestir uma roupa que amassa tanto!!! eu tirava toda a beleza do corte.

  2. julia
    31/07/2010

    Roupa que amassa é mesmo bem chato e difícil de evitar… Tem tecido que só de ficar um tempo sentada no carro até chegar ao destino, deixa a calça amassada…rs

  3. 02/08/2010

    Adorei essa sessão, podia virar fica, hein? rs…
    Ajuda a treinar o olho para ver detalhes importantes.

  4. Muito importante observar esses detalhes que, na minha opinião, muitas vezes fazem toda a diferença! É lindo uma roupa impecavelmente passada e soltinha no corpo, acompanhando a silhoueta! Podia ter sempre essa tag!! Amei!
    Bjo!

  5. Amanda Medeiros
    02/08/2010

    Roberta, a ideia é essa. =) Que bom que gostou! Bjs!

  6. Amanda Medeiros
    02/08/2010

    Julia, tem tecido que é mesmo complicado! Maldade até eu ter falado disso… acho que merece um post. rs Bjs!