Conversinha Fashion » Arquivos » Pólo com charme
21 junho 2010
Pólo com charme

Nas blusas pólo um clássico neutro e de fácil uso que pode, prejudicialmente, masculinizar ou neutralizar um pouco o visual. Tudo depende dos complementos e da forma com que a blusa for aplicada; caso bem utilizada ganha a força que merece como básico do guarda-roupa capaz de compor com uma ampla gama de possibilidades.

Para usar com charme e com brilho a ideia é reunir a pólo a outras peças com mensagens opostas, evitando a combinação limpa com jeans seco e pronto. Nada errado ou criminoso no mix pólo e jeans mas já que queremos algo mais trabalhado, dentro da ideia de variação, o melhor é ir para os caminhos menos óbvios.

Reunir a saias, shorts com aplicação de terceira peça ou acessório interessante já potencializa o valor da camisa pólo – principalmente quando a mesma for lisa sem detalhes. Para os modelos estampados ou com pontos diferentes na própria modelagem a brincadeira ganha mais graça, pois as características da peça já se encarregam de deixar o visual mais legal.

E se a camisa pólo pede por utilização de acessórios é muito importante tentar perceber quais não vão brigar com a gola estruturada ou mesmo com a sequência de botões. Colares quase sempre são dispensáveis, com exceção de correntinhas ou outras peças que fiquem por dentro da blusa; já os lenços devem ser amarrados de forma a encobrir plenamente a gola, evitando a confusão visual. Broches e brincos também são boas escolhas por jogarem a atenção num ponto alto do corpo sem poluir o visual.

Para a terceira peça a orientação leva lógica semelhante a dos lenços e colares. Não deixe com que a gola do casaco/cardigan/jaqueta brigue com a gola da pólo, dando preferência dessa forma as peças de gola simples e lisas para não bagunçar a imagem.

Para entender a pólo, sua essência, vale saber que a peça foi criada pelo jogador de tênis aposentado René Lacoste que criou a camisa branca com gola curta fechada por botões e manga igualmente curta; o crocodilo, símbolo da Lacoste (marca que nascia nesse momento, em 1933), foi aplicado na região do peito como forma de remeter a um apelido antigo do ex tenista. A partir disso o sucesso foi imediato e a peça entrou no guarda-roupa de Jacqueline Kennedy e Audrey Hepburn – ícones super elegantes e femininos.

 

Deixe um comentário em "Pólo com charme"
  1. julia
    21/06/2010

    Nossa, obrigada pelo post! Estou com uma pólo encalhada no armário, mas sempre que usava, achava que ficava sem graça… Eu nunca ia além do pólo+jeans e achava difícil combinar acessórios. Vou tentar essas sugestões, mas já amei as idéias.

  2. Danielle Andraded
    21/06/2010

    Parabéns Amanda! Gostei muito das dicas de como incrementar a blusa pólo e de saber que até “inspirei” um post no seu blog! Agora sim vou usar a minha pólo com muito mais estilo!!! Bjão =D

  3. Wellington
    22/06/2010

    Olá! Conheci seu blog lendo uma de suas entrevistas. Veja só! Eu que lia só por curiosidade sua postagem sobre golas e combinações, pois faço Administração e não sei em que empresa vou para no futuro quem sabe de moda! ^^ Dei me de cara, no fim de minha leitura, com a Lacoste! Adoro história! E tem tudo haver comigo, tenho amigo tenista, amo camisas polo e aventurar-me nas compras de roupas pra mim é “demás”. =)
    Gostei da postagem, parabéns e sucesso!
    Ah! Visite meu blog! Será uma honra sua visita!

    Abraços.

    http://neowellblog.wordpress.com/

  4. Amanda Medeiros
    22/06/2010

    Ei Julia, que bom que gostou! Depois me conte se deu certo alguma das sugestões… Bjs e volte sempre!

  5. Amanda Medeiros
    22/06/2010

    Danielle, achei sua dúvida super boa… =) não tinha como não postar sobre.
    Bjs!

  6. Amanda Medeiros
    22/06/2010

    Ei Wellington, não é bacana um pouco de história?! Acho que sempre incrementa.
    Volte sempre por aqui. Vou entrar com posts para o público masculino. Vou lá conferir seu blog.
    T+!!