Conversinha Fashion » Arquivos » Homem de Terno – A Compra
30 junho 2010
Homem de Terno – A Compra

Que mulher não para (mesmo que por um segundo) só para olhar um homem de terno? Sabemos que até mesmo os menos providos de beleza natural acabam ganhando muitos pontos quando auxiliados por um belo corte com caimento impecável e tecido de alta qualidade. Da mesma forma que um terno faz o homem, o efeito contrário também pode acontecer. Dai a importância de se atentar aos mínimos detalhes… que podem também ser aplicados a alfaiataria feminina.

Um terno carece de ajustes, que devem ser feitos sob medida. Não existe a possibilidade de pensar em uma calça ou mesmo um blazer que não peça por um ajuste, mesmo que mínimo. Bainha, ajuste de cintura, comprimento de manga… nenhum corpo é padrão e nem o alfaiate mais eficiente é capaz de adivinhar quais as medidas de sua silhueta. Por isso paciência e disponibilidade ao encomendar ou mesmo comprar pronto o seu terno – você dificilmente num primeiro momento sai da loja com ele nos braços, só se houver uma costureira a postos lhe aguardando e sonhar não custa nada.

Ao comprar é preciso analisar um número grande de características no terno. Qual será a utilidade do mesmo? Será para trabalho? Social?! Além disso, qual a carência de seu guarda-roupa? Já está abastecido de um bom terno preto? Pule para outras cores neutras, como marinho, cinza escuro, cinza mais claro, bege fechado… Terno é investimento, sempre! Seja ele qual for… então merece um cuidado extra, num gasto maior que vai render muito no seu dia-a-dia e dentro do seu guarda-roupa.

Ao provar, atente-se aos detalhes. Não se faz prova de terno utilizando tênis ou, pior ainda, de pés descalços; faça uso de um calçado adequado, num modelo semelhante ao que for ser utilizado com o terno. Coloque uma camisa social de manga comprida e vá pra frente do espelho.

O que se prova primeiro é o paletó, que obrigatoriamente deve vestir bem os ombros. O mesmo precisa pousar no seu tronco, sem pesar ou cair… não existe ajuste que arrume a região alta da peça, entre gola, costura de cava e mangas que não devem torcer. Veja até mesmo problema de sobras de tecido na parte de trás da peça; se for o caso saiba que há provável erro de modelagem. Fuja!

Após encontrar modelo de paletó adequado pule para os detalhes. Sobre o paletó. Ajuste o comprimento da manga, que varia com relação ao seu corpo; o mesmo deve ser medido com braço dobrado, no qual a manga da camisa deve aparecer cerca de 1cm. A medida de comprimento de manga semelhante ao comprimento de paletó não deve ser aplicada… pois existem homens com braços mais ou menos compridos, dependendo de suas características pessoais; além disso o comprimento do paletó na linha do dedo polegar dobrado também é perigoso, pela questão de proporção de corpo. O adequado é um paletó que tenha a medida de meio corpo (fora cabeça). Para a calça a barra deve repousar sobre os pés, cobrindo uma parte do salto do sapato; o que nunca pode acontecer são meias aparecendo ou mesmo barras criando volumes ou dobras em cima dos pés; nos bolsos da calça veja se é possível colocar tranquilamente as mãos, sem sobrar ou repuxar; a região de cintura deve ficar realmente próxima a cintura, tenha você barriguinha ou não.

É só? Não. Antes de levar para casa seu terno confira o mesmo colocando nos bolsos todas as coisas que você costuma carregar – seja carteira, chave de carro, celular, pen-drive e afins. Essas coisas devem visualmente desaparecer. Sente, caminhe, abaixe, simule todos os movimentos possíveis e se olhe no espelho – em todos os ângulos que imaginar. Tudo perfeito? Está se achando? Pronto.

No site da GQ encontrei esse vídeo aqui com orientações bem bacanas sobre como comprar um terno. Vale a pena assistir. Há também esse outro aqui, também da GQ, com as mesmas orientações mas num outro tom. E quem estiver animado pode ir pulando de um vídeo pro outro, que aprendizado nunca é demais.

As imagens que ilustram o post são do Ermenegildo Zegna – mas eu me contentaria feliz com um homem num terno do Camargo, minha grande referência nacional.

E isso é tudo? Não. Aos poucos informações sobre  diferentes modelos, detalhes, cortes e aplicações de cores; as variações para cada ocasião, silhueta e função. Detalhes e tudo mais.

  • %
Deixe um comentário em "Homem de Terno – A Compra"

Comentário Fechados.