Conversinha Fashion » Arquivos » Bolsinha na bolsa
25 maio 2010
Bolsinha na bolsa

Pra levar o computador com conforto, sem chamar atenção, é preciso mais do que pastas de transporte de notebook. Hoje em dia ser discreto é mais que importante, mas isso não precisa comprometer seu visual. Evitar o uso de duas bolsas distintas, ou uma bolsa e uma pasta, pode ser interessante pra pessoas esquecidas ou pra quem precisa ficar se locomovendo de um lugar para o outro. Sabemos que praticidade é o que reina.

As bolsas com alças transpassadas podem ser mais fáceis de levar, mas um volume gigante depositado sobre o quadril quase nunca gera bom efeito visual; os modelos de alça curta surgem como melhor opção por serem mais fáceis de carregar sem baques – pensando que um computador não deve ficar sacolejando ou tremendo, super importante. Uma bolsa retangular comporta revistas e possíveis complementos de trabalho, como bloquinhos ou cadernos – além de pastas para documentos e afins. Divisórias facilitam a distribuição do conteúdo, mas são os bolsos externos que agilizam mais ainda o dia-a-dia. Se esse não for o caso uma boa solução é levar as coisas miúdas da bolsa dentro de uma necessaire ou uma outra pequena bolsa, que serve para lhe acompanhar no almoço ou naquela corridinha para resolver algum problema pela rua. A ideia de uma bolsa dentro da outra funciona super bem.

Quem tem o hábito de esticar o trabalho no cinema ou numa ‘hora feliz’ pode ainda usar dessa alternativa, deixando a bolsona no carro para curtir os momentos de lazer. Pra tudo na vida há um jeitinho e o importante é você encontrar o seu de ter um dia-a-dia mais simples e menos pesado.

Deixe um comentário em "Bolsinha na bolsa"
  1. Adriana
    25/05/2010

    Incrível, Amanda. É praticidade sem perder a elegância. Vou adotar suas sugestões já. Eu tenho o maior problema com pasta de trabalho mais bolsa e deslocamentos (carregando tudo isso). E esse monte de coisas juntas além de não ficar legal, faz mal a coluna.
    Bjo.

  2. Amanda Medeiros
    26/05/2010

    Aforei o “faz mal a coluna”… minha mãe sempre me falava isso quando eu era mais nova. rs Bjs Adriana!