Conversinha Fashion » Arquivos » Vendo… e aprendendo…
18 fevereiro 2010
Vendo… e aprendendo…

NY10_6

Se algumas semanas de moda são palpáveis e geram possíveis sonhos de consumo outras são bem distantes para a grande maioria de reles mortais aos quais resta apenas namorar e observar as criações. Mas não é por estarmos fora da pequena parcela que consome de fato os grandes super nomes da moda que vamos simplesmente dar as costas a tudo o que acontece. Saiba que grandes marcas ditam tendências e referências que mais tarde, ou mesmo já agora, são copiadas, remodeladas ou adaptadas chegando às nossas prateleiras e araras bem antes do que imaginamos. É um ciclo natural que faz o exercício de olhar e gostar bem mais interessante…

NY10_1

Da coleção de Diane von Furstenberg dá pra amar os comprimentos mini trabalhados como ponto focal da produção, colocando o quadril em voga através de texturas, estampas, sobreposições ou modelagens. Nas imagens percebe-se a diferença de efeito e impacto que cada uma das possibilidades gera, quase sempre jogando o preto na porção superior para equilibrar o peso visual. Os calçados de bico fino super alongam as pernas.

NY10_2

Sobreposições sem medo de agregar volume, com o corpo quase todo coberto. Drapeados, texturas, babados conversam num mesmo look, construindo novas linhas e formas na silhueta. Tons neutros misturados para deixar a composição elegante, mas ainda assim interessante. A botinha curta com meia de tom igual disfarça o efeito de corte; já a meia contrastante gera resultado contrário – que pode ser útil, dependendo da silhueta.

NY10_4

Alfaiataria em peças básicais, casuais, levando elegância para as mais variadas situações. Linhas e mais linhas na aplicação de acessórios, nas estampas e também nas construções das composições que parecem indicar exatamente para onde os olhares devem apontar.

NY10_5

Novamente alfaiataria elaborada, bem construída, refinada na medida – longe de possíveis exageros ou da fatídica ostentação. Quadril entra em voga através do corte evasê dos casacos, exigindo cuidados. No corte a exemplificação perfeita do “levemente ajustado” que delineia as curvas da silhueta sem revelar possíveis volumes que acabam camuflados pela estrutura da peça aliada ao tecido sutilmente encorpado.

E assim vai a brincadeira, retirando inspiração dos mais simples detalhes. Treinar o olhar, aguçar os sentidos, tentar levar pro dia-a-dia ou pra costureira, vai saber algo de diferente do que tanto se vê multiplicado por ai.

As imagens em questão são todas do Style.com. Todos os desfiles são da Semana de Moda de NY ou Mercedes-Benz Fashion Week, wathever.

Deixe um comentário em "Vendo… e aprendendo…"
  1. Vera Rolim
    21/02/2010

    Amanda, lindas as fotos.
    Ainda tenho muito que aprender de sobreposição..rs
    Babo nas roupas de inverno que não posso usar em Campo Grande, o frio daqui não chega a tanto.

    Bjs

  2. Suse Portes
    25/02/2010

    Oi Amanda querida, muito bom o post assim explicando as imagens que a gente muitas vezes vê mas ainda tá aprendendo a analisar. E agora que – graças ao seu trabalho – já sei melhor o que me fica bem ou não – esta análise ajuda muito a compor novas possibilidades pro meu guarda-roupa. Abraços.