Conversinha Fashion » Arquivos » Reposicionamento Visual
27 setembro 2009
Reposicionamento Visual

Adequação_1

Mudanças de emprego ou mesmo novas ambições profissionais devem vir juntas a uma análise de seu visual. Sua imagem está compatível com o salário/cargo que você almeja?! Sua imagem faz jus a todo seu potencial?! É como diz o ditado “vista-se para o emprego que você quer ter” e isso funciona.

Sabemos que somos permanentemente julgados pelo nosso visual e uma pessoa que quer ser levada a sério, ou mesmo que quer ser reconhecida dentro de seu meio, precisa fazer com que seu ‘pacote’ acompanhe seus objetivos. Não entenda imagem apenas como roupa, mas sim como um conjunto de fatores e questões que são extremamente importantes no trabalho. Higiene pessoal, organização de seu espaço, entonação da voz, pontualidade, histórico… não é apenas a formação que conta e por isso não basta estudar nas melhores escolas e ter altíssimas médias para alcançar seus objetivos.

Ao sair em busca de novos desafios faça uma análise fria de toda a sua vida. Pense sobre seu passado, busque compreender o presente e molde um futuro que lhe agrade. É claro que não temos controle sobre o que vai nos acontecer daqui três, cinco ou dez anos mas podemos muito bem nos direcionar… e se somos tranquilos e pacientes o bastante para ler as estrelinhas saberemos exatamente qual o momento de mudar de direção, ir mais rápido ou mesmo mudar o foco.

Todo e qualquer reposicionamento profissional deve ter em sua base uma análise plena de seu visual, investindo em você de maneira completa e intensa.

Em O Diabo Veste Prada a nossa querida Andy percebeu a importância da mudança visual e se adaptou as regras… experiência válida para ela que soube exatamente a hora de seguir em frente, em busca de novos desafios.

Deixe um comentário em "Reposicionamento Visual"
  1. Adriana
    28/09/2009

    Parabéns pelo post, Amanda.
    Andei pensando muito neste assunto ao longo da semana que passou, imagem e novos rumos na vida.E também acredito na importância de estar atenta. Muita coisa melhorou ao passar a fazer isso.
    A propósito, também gostei de Santiago, mas a conheci bem menos que você.
    Obrigada pelas dicas e sucesso!
    Um abraço.

  2. Clarissa
    29/09/2009

    Adorei o post! Concordo demais…

  3. Vera Rolim
    29/09/2009

    Amanda, vc disse tudo! É isso mesmo e digo mais:
    Calça baixa, barriga de fora (efeito provolone), roupas justas que marcam o corpo, boné na cabeça, óculos escuros, tatuagens a mostra são barreiras visuais negativas para uma entrevista de emprego.
    Afinal de contas a pessoa não vai participar de um teste de fisiculturismo. Afffff !!!!